Tamanho do texto

Time de Campinas jogou fora de casa, saiu derrotado após o intervalo, mas reagiu e venceu com direito a um golaço de Denilson

O Guarani conquistou um excelente resultado na noite desta terça-feira, em sua briga contra o rebaixamento para a Série C do Campeonato Brasileiro. Jogando em Americana , a equipe campineira contou com o apoio da torcida para bater o time da casa por 2 a 1, de virada, após ir para o intervalo sendo derrotado.

Os gols do Guarani vieram logo no início da etapa final, com Marcelo Macedo e Denilson, explodindo os aficionados que foram até a cidade vizinha. Com o resultado, o time chega a 30 pontos, distanciando-se do Vila Nova , 17º colocado, com 25. Já o Americana fica com 41, e pode sair do G4 no complemento da rodada.

Nos próximos embates, os comandados de Sérgio Guedes tentam a recuperação diante do Salgueiro , enquanto os campineiros tentam embalar a segunda vitória consecutiva diante do Bragantino , outro postulante ao acesso.

Denilson é abraçado por Marcelo após fazer um golaço contra o Americana
Futura Press
Denilson é abraçado por Marcelo após fazer um golaço contra o Americana

O Jogo
O primeiro tempo da partida não teve muita emoção. Resguardado e procurando sair apenas em esporádicos contra-ataques, o Guarani congestionou o meio-campo e não deu muitos espaços para o time da casa. As melhores chances saíram dos pés de Magal, pelo lado esquerdo, e Fumagalli, pelo lado direito da frente ofensiva dos anfitriões.

Aos 12 minutos de bola rolando, o atacante bateu falta fechada na área, a zaga não afastou e Clodoaldo desviou para o gol. O atacante, no entanto, estava em posição de impedimento, marcado prontamente pelo juiz.

Aos 28, porém, nenhuma irregularidade atrapalhou. Magal fez bom lance pela lateral esquerda e descolou belo lançamento para Fumagalli. Rápido, ele se antecipou à zaga e cabeceou firme para abrir o placar.

Ainda antes do intervalo, Rafael Chorão quase aumentou, mas chutou a bola rente à trave após bela jogada individual. Erro que seria sentido pelo Americana na etapa final, quando encarou outro Bugre.

Aguerrido, o time de Campinas com o atacante Marcelo Macedo no lugar do zagueiro Gabriel. E, logo aos seis minutos, a mudança surtiu efeito. Após cobrança de escanteio, Marcelo aproveitou chute cruzado e, dentro da pequena área, desviou para o fundo das redes.

Sete minutos mais tarde, explosão da torcida visitante. Denílson recebeu no meio de três zagueiros, partiu em velocidade, cortou para a perna direita e, de muito longe, acertou lindo chute, no ângulo de Jailson, que se limitou a olhar a bola entrar na sua meta.

Depois disso, um bombardeio dos anfitriões infernizou a área dos visitantes. No entanto, a mé pontaria de Marcinho em chute de fora da área, e a falta de sorte de Fumagalli, em confusão quase na linha do gol, já nos acréscimos, impediram o empate e evitaram o balde de água fria na celebração bugrina.

FICHA TÉCNICA
AMERICANA 1 X 2 GUARANI

Local: Estádio Décio Vitta, em Americana (SP)
Data: 20 de setembro de 2011, terça-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Marinho Bizzio (SP)
Assistentes: João Nobre Chaves e Fábio Rogério Baesteiro (ambos de SP)
Cartões Amarelos: Henrique, Léo Silva, Alê, Fumagalli (Americana); Gabriel, Mika, Marcelo Macedo e Rodrigo Paulista (Guarani)
Cartões Vermelhos: Léo Silva e Henrique (Americana)
Gols: AMERICANA: Fumagalli, aos 28 minutos do primeiro tempo
GUARANI: Marcelo Macedo, aos seis, e Denilson, aos 13 minutos do segundo tempo

AMERICANA: Jaílson; Luiz Felipe (Paulo Sérgio), Jorge Luiz, Henrique e Magal; Alê, Léo Silva, Fumagalli e Válber; Rafael Chorão (Emílio) e Clodoaldo (Marcinho)
Técnico: Sérgio Guedes

GUARANI: Emerson; Ewerton Páscoa, Ailson e Gabriel (Marcelo Macedo); Chiquinho, Mika (Leandro Carvalho), Dadá, Renato Ribeiro e João Paulo; Felipe e Denílson (Rodrigo Paulista)
Técnico: Giba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.