Tamanho do texto

Zaga vazou nos últimos cinco jogos e, com 51 gols sofridos, é a sexta pior do Brasileirão

Celso Roth não está satisfeito com desempenho defensivo
Gazeta Press
Celso Roth não está satisfeito com desempenho defensivo
Sabe qual foi o último jogo em que o Grêmio não sofreu gol no Brasileirão? Faz tempo. Em 16 de outubro, ao vencer o Santos por 1 a 0, na Vila Belmiro, o goleiro Victor passou em branco. Iniciaria ali uma série de cinco partidas que a defesa vazou 13 vezes e virou a sexta pior do campeonato. Resultado: quebrou os mandamentos de Celso Roth e levou bronca às vésperas de enfrentar o Ceará, sábado, no Olímpico.

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

Isto porque o treinador baseia seu trabalho em quatro fatores: não sofrer gols, marcar gols, jogar bem e atingir os três anteriores ao mesmo tempo. Algo que não aconteceu neste período. Pior: o Grêmio saiu perdendo todos os duelos e só virou um.

Confira a classificação e os próximos jogos do Brasileirão

“O time que consegue tudo isso está perto do ideal e é esta perfeição que a gente busca. O Grêmio está com uma característica que não é o que pretendo para um time equilibrado: tem levado muitos gols. Temos passado trabalho. Precisamos melhorar assim como fizemos na parte ofensiva. Cerca de 90% dos trabalhos têm sido voltados ao ataque e tivemos resultado”, comentou o comandante.

É verdade. Desde a contratação de Roth, em agosto, o Grêmio deixou de ser o pior ataque – é o atual 11º, com 46 bolas na rede. O problema é que a defesa vazou 51 vezes sendo superior apenas a times que lutam contra o rebaixamento: Avaí, América-MG, Ceará, Atlético-PR e Atlético-MG.

A próxima chance de melhorar, então, é contra o Ceará. A zaga pode sofrer uma mudança, afinal, Gilberto Silva tem suspeita de fratura no nariz. Caso seja vetado, Saimon será o companheiro de Rafael Marques.

Entre para a Torcida Virtual e convide seus amigos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.