Tamanho do texto

Em alta na Série B, o time goiano conseguiu uma vitória pelo placar mínimo e diminuiu para três a distância para o G4 da competição

Se antes lutava para fugir do rebaixamento, o Goiás agora pode sonhar com o acesso à Série A. A equipe bateu o São Caetano por 1 a 0 no Serra Dourada, chegou à sua quinta vitória consecutiva e diminuiu para três a distância para o G4 da competição. O único gol do duelo foi marcado por Amaral, de cabeça, no início da segunda etapa.

Com o resultado, o Goiás pôde apagar de vez o passado na zona da degola e o discurso timído sobre conquistar uma vaga entre os quatro primeiros deve ganhar força nas próximas rodadas. Faltando três jogos para o término da competição, o Goiás ainda encara Bragantino - confronto direto -, Icasa e Guarani .

O São Caetano, por sua vez, ficou empacado nos 44 pontos a três da zona da degola. A equipe, que vinha de uma arrancada incrível de dez jogos de invencibilidade, já soma sua segunda derrota nas duas últimas rodadas. Na próxima rodada, o São Caetano duela com o Náutico , em casa. Depois ainda encara Vitória e Criciúma.

O jogo
Embalado por quatro vitórias consecutivas, inclusive sobre adversários complicados como Sport e Americana, e o clássico com o Vila Nova, o Goiás começou a partida pressionando o São Caetano. E foi assim até o final do primeiro tempo. O time goiano, porém, não conseguia ser incisivo em suas jogadas e o placar permaneceu inalterado. Muito também por conta de pênalti não assinalado em Netinho, que gerou muita revolta na saída para o vestiário.

Na etapa final, a competência - e a sorte - do Goiás finalmente brilhou. O time já tinha assustado primeiro com Iarley, quando abriu o placar aos 12 minutos do segundo tempo. Marcelo Costa cobrou falta pela esquerda, da entrada da área, e achou Amaral, que escorou de cabeça para o canto direito de Luiz.

O time goiano teve chance para ampliar pouco depois, mas Iarley cochilou e viu Augusto Recife tomar a bola, quando ele já preparava o chute. Na sequência, Rafael Toloi salvou o Goiás. Eli Sabiá tocou de cabeça para Léo Mineiro, que, livre na pequena área, tentou girar mas encontrou o zagueiro esmeraldino.

O jogo se seguiu com o São Caetano pressionando os goianos. Geovane teve a chance de empatar, mas chegou atrasado e não conseguiu completar cruzamento rasteiro. O Goiás conseguiu segurar a pressão até o final e depois pôde comemorar com a sua torcida o quinto triunfo consecutivo nesta reta final de Série B.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 1 X 0 SÃO CAETANO

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 8 de novembro de 2011, terça-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Antonio Neuriclaudio Costa (AC)
Assistentes: Jean Carlos Rodrigues da Silva e Rener Santos de Carvalho (ambos do AC)
Cartões amarelos: Felipe Amorim e Marcinho Guerreiro (Goiás); Augusto Recife, Kléber e Eli Sabiá (São Caetano)

Gol: GOIÁS: Amaral, aos 12 minutos do segundo tempo

GOIÁS: Harlei; Douglas, Ernando, Rafael Toloi e Netinho (Valmir Lucas); Amaral, Marcinho Guerreiro, Marcelo Costa e Felipe Amorim (Elivélton); Iarley e Guto (Carlos Alberto)
Técnico: Enderson Moreira

SÃO CAETANO: Luiz; Artur, Domingos, Eli Sabiá e Bruno Recife; Augusto Recife, Souza (Léo Mineiro), Ricardo Conceição (Luciano Mandi) e Aílton; Antônio Flávio e Kléber (Geovane)
Técnico: Márcio Araújo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.