Tamanho do texto

Treinador acredita que o time teve atuação pior do que nos últimos jogos no empate em Sete Lagoas

O técnico Givanildo Oliveira mostrava um semblante de desânimo nos vestiários da Arena do Jacaré, após o fraco empate por 0 a 0 entre o seu América-MG e o rival Atlético-MG . O treinador, que viu seu time sofrer com uma certa pressão dos alvinegros, negou ter saído satisfeito com a igualdade na partida.

Para o comandante, a postura do time não foi defensiva, o que pôde ser visto pelas alterações que ele promoveu durantes os 90 minutos.

"Eu não fiquei satisfeito. No final ali coloquei o Irênio, um jogador de criação, não fiquei colocando zagueiro. A única entrada de alguém para defender foi a do Otávio, mas eu tive que tirar o Micão por questão de contusão. No restante eu coloquei o time para frente", comentou.

Givanildo ainda reclamou da fraca atuação de sua equipe, que, de acordo com o treinador, ficou abaixo das exibições recentes.

"Nós vinhamos jogando bem. No jogo contra o Palmeiras fizemos uma boa partida, contra o Santos também. Agora, hoje (sábado) o time não esteve bem, produziu muito pouco", completou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.