Tamanho do texto

Isaias Tinoco desentendeu-se com o diretor Luis Augusto Veloso na última sexta-feira e ainda não apareceu no clube

Isaias Tinco, ao centro, e Luis Augusto Veloso, à esquerda, juntos em atividade do Flamengo, em setembro.
Gazeta Press
Isaias Tinco, ao centro, e Luis Augusto Veloso, à esquerda, juntos em atividade do Flamengo, em setembro.
Se em campo o time pôs fim a um jejum de dez jogos sem vitória, fora de campo o Flamengo segue com problemas. E já ha mudanças no departamento de futebol. Após discutir asperamente com o diretor Luis Augusto Veloso, o gerente Isaias Tinoco pediu demissão e não apareceu mais no clube.

O desentendimento ocorreu na tarde de sexta-feira, por motivo ainda desconhecido. A briga foi tão pesada que Isaias Tinoco, presença fixa em todas as atividades do time, não apareceu para acompanhar o treinamento no Ninho do Urubu também neste sábado.

Já Veloso esteve no local nos dois últimos dias e conversou com a presidente Patrícia Amorim e o técnico Vanderlei Luxemburgo. O diretor tinha a esperança de que Tinoco, com quem sempre teve relação próxima, mudasse de ideia, mas o agora ex-gerente de futebol ainda não deu as caras em nenhuma dependência rubro-negra.

A cúpula flamenguista ainda não sabe nem se contratará um substituto para Isaias Tinoco. Por enquanto, Veloso deve acumular as funções no cargo, embora ainda falte um pronunciamento oficial de Patrícia Amorim sobre o caso.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.