Tamanho do texto

Interino do Vasco diz que resultados negativos pesaram mais do que demissão de técnico e afastamento de jogadores

Para Eduardo Costa, vascaínos sentiram dentro de campo os acontecimentos da última semana
Gazeta Press
Para Eduardo Costa, vascaínos sentiram dentro de campo os acontecimentos da última semana
A semana que antecedeu o clássico com o Flamengo foi muito conturbada para o Vasco . O time perdeu para o Boavista, o técnico PC Gusmão foi demitido e o presidente Roberto Dinamite afastou Carlos Alberto e Felipe. Apesar de tentar conviver com os problemas, os jogadores acabaram sucumbindo ao rival e perderam por 2 a 1.

Interinamente no cargo de técnico, Gaúcho acredita que as três derrotas consecutivas no Carioca pesaram mais do que a semana conturbada fora do campo. No fim, gostou de ouvir aplausos dos torcedores do Vasco apesar de o time ter perdido para o Flamengo.

"Quando entra em campo, o atleta esquece tudo isso. A troca no futebol acontece toda hora. Eles estavam abalados pelos resultados negativos. Os jogadores procuraram disputar a partida, mas estavam assustados. Eles reagiram bem no fim e o torcedor reconheceu isso", disse Gaúcho.

A expectativa, agora, é para a chegada do novo técnico. Enquanto isso, o time precisa se preparar para enfrentar o Volta Redonda, quinta-feira, em São Januário. O jogo nada vale para o Vasco, já eliminado da Taça Guanabara.

"O time sentiu bastante o que aconteceu (com Carlos Alberto e Felipe). Amanhã ou depois pode acontecer com um de nós. São jogadores que dispensam comentários, de muita qualidade, mas a decisão é da diretoria. São duas ótimas pessoas, mas vida que segue", afirmou Eduardo Costa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.