Tamanho do texto

Treinando o Al Sadd, uruguaio ainda mostra mágoa por ter sido demitido do clube gaúcho em 2010

Fossati:
Getty Images
Fossati: "Foi especial ganhar do campeão africano"
O Inter não está no Mundial de clubes deste ano, mas a corneta sobrou para o clube gaúcho. O técnico Jorge Fossati, que trabalhou em Porto Alegre em 2010, classificou o Al Sadd, do Catar, para as semifinais, ao vencer os africanos do Espérance, da Tunísia .

“Foi especial enfrentar o campeão africano e ganhar deles. Você tira as conclusões. Enfrentar o Barcelona será o desafio mais complicado que terei na minha vida como profissional. Mas estamos no baile, vamos dançar”, disse o uruguaio.

Confira a tabela completa do Mundial de clubes

Fossati fez uma referência direta ao fracasso do Inter na edição passada do Mundial. Comandado por Celso Roth, o time perdeu para o Mazembe , também campeão africano, na fase semifinal.

E ainda: Neymar breca elogios a Messi e diz que prefere Ganso com a 10

Jorge Fossati foi o técnico que começou o trabalho no Inter em 2010. Chegou a classificar o time para a semifinal da Libertadores, mas foi demitido porque o estilo de jogo do time não agradava aos dirigentes. Roth assumiu nos últimos quatro jogos, ganhou a Libertadores , mas fracassou no Mundial.

“Eu fiquei mal por não ter a oportunidade de vencer a Libertadores. Os dirigentes falavam que aquele era o objetivo e estávamos encaminhando para obter o sonho, fiquei desapontado. Talvez tenha ficado magoado com uma ou duas pessoas, as mesmas que foram me procurar na época e falaram para só pensar na Libertadores”, lembrou.

O Al Sadd está classificado para a semifinal do Mundial de clubes 2011. Vai enfrentar o Barcelona, na quinta-feira. O Santos também conheceu seu rival na semi – será o Kashiwa Reysol-JAP, que venceu o Monterrey-MEX .

Jogadores comemoram vitória do Al Sadd contra o Espérance
Reuters
Jogadores comemoram vitória do Al Sadd contra o Espérance

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas