Tamanho do texto

Volante diz que gosta de usar a braçadeira e lembra que já ocupou o posto nas categorias de base

Capitão nas categorias de base, Denilson gostaria de voltar ao posto no profissional
Vipcomm
Capitão nas categorias de base, Denilson gostaria de voltar ao posto no profissional
Em negociação com o Arsenal para estender esta segunda passagem no São Paulo , Denilson deseja realizar um anseio que carrega desde as categorias de base do clube: ser capitão no time profissional. Na ausência de Rogério Ceni , o volante se imagina usando a faixa.

Leia também: Inter tenta recurso e Oscar não vai se apresentar ao São Paulo

"É um sonho meu ser capitão do São Paulo . Espero que um dia esta faixa possa chegar até a mim", comentou, até abrindo um sorriso ao falar do assunto, parecendo imaginar como seria viver a situação.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Gosto do status de ser capitão, chamar o jogador para conversar... Não é um sinal de poder, mas te dá confiança porque mostra que estão depositando confiança em você", continuou o meio-campista.

A ideia do atual camisa 15 é repetir uma história que já viveu antes de ser profissional. "Sempre fui capitão nas categorias de base do São Paulo e da seleção brasileira . Isso mexe um pouco comigo."

Confira ainda: Sem todos reforços, Leão vê sucesso como fruto de novo comportamento

A realização do sonho, entretanto, será complicada. Enquanto Rogério Ceni segue fora em recuperação de cirurgia no ombro direito, Luis Fabiano é o escolhido, com direito a faixa personalizada. Quando o centroavante se machucou, foi Rhodolfo quem foi o capitão escolhido por Emerson Leão .

E Denilson confessa que merece estar atrás das primeiras opções do treinador neste momento. "Tem o Luis Fabiano , que é um líder, o Rhodolfo , que começou a aparecer como grande líder além de ser um zagueiro muito seguro", elogiou o volante.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.