Tamanho do texto

Eliminados da Libertadores e da Copa do Brasil, os dois times precisam vencer para combater desconfiança

No último horário do fim de semana, às 18h30 deste domingo, Fluminense e São Paulo fazem um dos clássicos interestaduais da primeira rodada do Campeonato Brasileiro 2011 . Mais que isso, o duelo entre cariocas e paulistas coloca frente a frente os clubes que conquistaram quatro das últimas cinco edições do torneio nacional. O que não significa necessariamente um confronto de times indiscutivelmente embalados.

Siga o iG Fluminense no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Como a maioria das vinte equipes participantes, os times comandados por Enderson Moreira e Paulo César Carpegiani estão totalmente focados no Brasileirão, sem dividir as atenções com outros torneios. O problema é que isso indica simplesmente que ambos não alcançaram seus respectivos objetivos no primeiro semestre, respectivamente a Copa Libertadores - o Fluminense foi eliminado nas oitavas - e a Copa do Brasil - o São Paulo caiu nas quartas .

Siga o iG São Paulo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Photocamera
Com gripe até a última sexta-feira, Fred ainda é dúvida no Fluminense
Portanto, apesar de ser ainda a primeira rodada, a vitória é fundamental para os dois lados, já que uma derrota aumentará a pressão por resultados e, principalmente, a desconfiança dos torcedores.

No Fluminense, dois problemas surgiram de última hora para a partida . O volante Diguinho , com um estiramento na coxa esquerda, foi vetado da partida. Diogo e Souza disputam sua vaga. Já o atacante Fred , gripado, foi poupado do treino da última sexta-feira e será dúvida até pouco antes do jogo. Se não atuar, será substituído por Rodriguinho .

“Com o tempo que tivemos, testei algumas situações que posso utilizar durante o jogo ou até de início. Estou na dúvida, porque com o Diogo temos um poder de marcação maior, mas com o Souza ganhamos em técnica na saída de bola”, analisou Enderson.

O zagueiro Leandro Euzébio destacou a importância do entrosamento com Gum : “temos de nos comunicar mais, pois o ataque do São Paulo é muito forte”, disse, antes de apontar a preocupação com outra arma ofensiva dos paulistas, o goleiro Rogério Ceni . “O professor nos alertou para evitar as faltas na entrada da área. Temos de ter atenção, não podemos vacilar”.

No São Paulo, a semana que antecedeu a estreia começou e terminou tensa. Na segunda-feira, mesmo com a crise gerada após a derrota para o Avaí na Copa do Brasil , a permanência de Carpegiani foi confirmada pela diretoria depois que o treinador “aparou as arestas” com o meia Rivaldo , com quem havia se desentendido.

Com desfalques na defesa, Carpegiani deve escalar São Paulo com quatro volantes e apenas Dagoberto de atacante
Vipcomm
Com desfalques na defesa, Carpegiani deve escalar São Paulo com quatro volantes e apenas Dagoberto de atacante


Já na sexta-feira, o atacante Luis Fabiano , que vinha tentando se recuperar para jogar o mais rápido possível , teve de ser submetido a uma operação na perna direita . Ele já recebeu alta e dará início ao tratamento no Reffis nesta segunda-feira, mas ainda não sabe quando poderá pensar em estrear pelo clube do Morumbi após sete anos na Europa.

Carpegiani também teve alguns problemas para escalar a equipe, que está definida com quatro volantes - Rodrigo Souto , Wellington , Casemiro e Carlinhos Paraíba - e apenas um atacante de ofício - Dagoberto . Com isso, o meia Lucas deve jogar mais avançado.

Na zaga, sem contar com o trio titular formado por Rhodolfo , Alex Silva e Miranda , o treinador teve de escalar o reserva Xandão e o garoto Luiz Eduardo , de apenas 18 anos. A única possível surpresa na escalação do time titular seria a presença do atacante Fernandinho , mas o mais provável é que ele comece o jogo como opção no banco.

FICHA TÉCNICA - FLUMINENSE X SÃO PAULO

Local: estádio São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 22 de maio de 2011, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Bruno Boschilia e Gilson Bento Coutinho (ambos do PR)

FLUMINENSE: Ricardo Berna; Mariano, Gum, Leandro Euzébio e Júlio César; Edinho, Souza (Diogo), Deco e Conca; Fred (Rodriguinho) e Rafael Moura
Técnico: Enderson Moreira

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Jean, Xandão, Luiz Eduardo e Juan; Rodrigo Souto, Wellington, Casemiro e Carlinhos Paraíba; Lucas e Dagoberto
Técnico: Paulo César Carpegiani

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.