Tamanho do texto

Clube carioca só continua na Libertadores se vencer nesta quinta-feira, às 19h30, no Engenhão, e Olimpia x Emelec empatarem

O Flamengo joga hoje às 19h30, no Engenhão, contra o Lanús (ARG), na última rodada da fase de grupos da Libertadores. Mas, para seguir em frente, não depende de si. O time só segue para as oitavas de final se vencer a equipe argentina e os rivais Olimpia (PAR) e Emelec (EQU) empatarem em partida no mesmo horário, no Defensores del Chaco, no Paraguai. Ainda que fique sem a vaga, os jogadores afirmam que lutarão por uma saída honrosa na competição.

Se for confirmada a eliminação, será a terceira vez na história que o Flamengo deixa a Libertadores na primeira fase. Contando 2012, o clube já participou dez vezes do torneio e venceu uma. As outras duas eliminações na fase de grupos foram em 1983 e 2002 quando o time foi lanterna da chave que tinha Olimpia (PAR), Once Caldas (COL) e Universidad Católica (CHI). Hoje, o Flamengo é o último colocado do Grupo 2.

LEIA MAIS: Renato volta a treinar com bola e disputa rachão na véspera de jogo contra o Lanús

Entre os atletas e a comissão técnica há um consenso. Os 12 minutos em que o Flamengo permitiu o empate do Olimpia, no Engenhão, em jogo que vencia por 3 a 0, afetaram a equipe nos jogos seguintes da Libertadores. Para Joel Santana, a "ferida ainda não fechou". Os jogadores oscilam entre o otimismo e a resignação.

Vágner Love está confirmado contra o Lanús e tenta levar o Flamengo às oitavas na Libertadores
Vipcomm
Vágner Love está confirmado contra o Lanús e tenta levar o Flamengo às oitavas na Libertadores
O único a fugir do discurso comum com frases como "temos de lutar até o fim" e "ainda há esperança" é o atacante Deivid que, realista, deu 1% de chance de classificação ao Flamengo . Ainda assim, ele afirmou que a equipe tem de vencer para sair de cabeça erguida e que não perdeu a esperança, "mas depender dos outros é a pior coisa que tem".

Mesmo decidindo a competição mais importante do ano nesta quinta-feira, na véspera Joel Santana apenas observou um rachão dos jogadores . Alguns, como Ronaldinho Gaúcho e Vagner Love, chegaram a praticar pênaltis no fim, mas não houve qualquer atividade tática no Ninho do Urubu. No coletivo de terça-feira, com as ausências de Muralha, que deixou a atividade com dor de barriga, e Willians, liberado para uma audiência em São Paulo, Joel escalou o meio de campo com Camacho, Luiz Antonio, Bottinelli e Ronaldinho.

VEJA TAMBÉM: Estaduais têm público de campeonatos obscuros na Europa

A tendência é que Muralha, com quem conversou por alguns minutos depois da atividade nesta quarta, fique com a vaga de Luiz Antonio e Willians assuma o papel de primeiro volante no lugar de Camacho. Deivid e Vagner Love devem formar o ataque. O principal desfalque, além de Renato Abreu, que se recupera de cirurgia no coração, e Aírton, que trata fratura no pé, é o zagueiro David Braz. Com lesão muscular, ele será substituído por Welinton.

"A expectativa principal é a mesma. Vencer o jogo e esperar o resultado dos outros dois. Não adianta falar nada se não conseguir a vitória. É um time difícil. No futebol tudo acontece. Se ainda tem essa esperança, por que não ir com ela até o final? Mas primeiro temos de vencer. Mas temos de ter muito cuidado, a equipe deles é perigosa", afirmou o treinador.

Veja a classificação do seu time na Copa Libertadores da América

No Lanús, o desfalque é o meia Camoranesi, que ficou na Argentina para tratar de uma lesão muscular e deverá fazer um teste para saber se poderá enfrentar o Flamengo. A equipe, mesmo já classificada, busca a vitória para se colocar entre os melhores da fase de grupos e ter vantagem de decidir em casa nas fases finais.

A única maneira de o Lanús perder o primeiro lugar do Grupo 2 é sofrer uma goleada do Flamengo e ver o Olimpia golear o Emelec, de forma a anular uma diferença de saldo de 13 gols. Desta forma, os cariocas estariam eliminados e os paraguaios assumiriam a ponta. Curiosamente, no torneio Clausura, o nacional da Argentina, o Lanús é penúltimo colocado e vem poupando jogadores, priorizando a Libertadores. O Flamengo, liderando seu grupo na Taça Rio, não adotou a mesma medida.

FICHA TÉCNICA - FLAMENGO X LANÚS (ARG)
Local: Estádio Olímpico João Havelange (Engenhão), no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 12 de abril de 2012, na quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilmar Roldan (COL)
Assistentes: Abraham Gonzalez e Wilson Berrio (COL)

FLAMENGO: Felipe; Leonardo Moura, Welinton, Marcos González e Júnior César; Willians (Luiz Antonio), Muralha, Bottinelli e Ronaldinho Gaúcho; Deivid e Vagner Love
Técnico: Joel Santana

LANÚS: Marchesin, Araujo, Goltz, Braghieri e Balbi; Fritzler, Pizarro, Valeri e Camoranesi (Pereyra); Regueiro e Pavone
Técnico: Gabriel Schurrer

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.