Tamanho do texto

Mesmo com salários atrasados, meia afirma que jogadores seguem trabalhando com responsabilidade

O atraso no pagamento dos salários no Vasco abriu a central de boato. Num deles, falou-se na possibilidade de os jogadores promoverem greve enquanto o 13º não for pago. Mas nesta quinta-feira, no entanto, o meia Felipe tratou de negar a história. Um dos líderes do grupo, Felipe descartou a hipótese.

Regularizado, Rodolfo já pode estrear pelo Vasco domingo

Felipe treina e espera ser relacionado no domingo
Site oficial
Felipe treina e espera ser relacionado no domingo
Ganhamos a Copa do Brasil e havia salário atrasado. Isso (atraso) não é novidade, mas aqui ninguém vai fazer uma coisa dessa (greve) nem corpo mole”, declarou Felipe. “A dedicação será a mesma, nosso comprometimento não vai mudar”, completou o meia vascaíno.

Com a saída da Ale e da BMG, o clube perdeu R$ 8 milhões em investimento ao longo de 2012. Por enquanto, o Vasco segue com a Eletrobras, que deposita R$ 14 milhões nos cofres cruzmaltinos anualmente.

Para o diretor de marketing do clube, Marcos Blanco, o Vasco vem estudando novos contratos.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

“O Vasco teve recorde de exposição na mídia no ano passado. Há empresas interessadas em associar sua marca ao clube. Estamos em negociação”, declarou Blanco.