Tamanho do texto

Treinador afirma que tem visto bons jogos de seus jogadores, mas que má sorte atrapalha desempenho

O treinador Luiz Felipe Scolari está satisfeito com o desempenho do Palmeiras no jogo desta quinta-feira diante do Vasco. Apesar da vitória por 3 a 1 não ter sido suficiente, o comandante afirmou que sua equipe se portou bem dentro de campo e lamentou a má sorte, citando a bola na trave de Valdivia na trave.

Para mostrar que a fase não é das melhores, Felipão também citou a carreira com poucos gols de Jumar, comparando com o golaço que o volante fez, acertando o ângulo de Marcos.

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícias do seu time em tempo real

“É a sensação de ter perdido a classificação. Não perdemos hoje aqui a classificação. Perdemos lá, no 2 a 0 e no gol do Dinei que foi anulado. O gol do Dinei, que muitos contestam que foi um correto, era o gol que nos salvaria hoje. E não dá para imaginar que essa desclassificação foi o final de todo um trabalho. Tem tanta coisa acontecendo: A nossa bola bate no poste. A do Jumar acerta um chute no ângulo. Se vocês forem pesquisar os gols que esse rapaz fez até hoje, provavelmente, seja os mesmos que eu fiz em toda a minha carreira: Quatro. Mas ele acertou, vai fazer o quê? Tudo está acontecendo de um jeito que a gente ganha, mas não dá certo”, lamentou Felipão.

Se por um lado o time foi eliminado, por outro, a equipe comemora o fato de quebrar um jejum de seis jogos sem vitória. Kleber também interrompeu a sequência de dez partidas sem balançar as redes. E o time voltou a marcar três gols depois de vários jogos.

Felipão tenta exaltar todos esses lados positivos para dar inspiração para que a equipe tenha a força suficiente para bater o Corinthians, neste domingo, no último encontro do 1º turno do Campeonato Brasileiro deste ano.

Coloque seu time em 1º lugar no ranking da Torcida Virtual do iG Esporte

“Precisamos mudar a fase do time do Palmeiras, pelo menos hoje, já fizemos três gols. Já é uma situação de boa qualidade. Temos seis, sete pontos atrás do líder e para continuarmos brigando pelas posições de G4 precisamos somar pontos. Neste jogo, o importante é somar três pontos, tudo para terminarmos o turno, com mais ou menos três pontos da zona da Libertadores”, explicou o treinador, que não ficou no banco de reservas nesse encontro.

“Temos o lado positivo do jogo de hoje, que tivemos um jogo à disposição de 2 a 0 e ainda fizemos o 3 a 1. Temos o lado positivo de que a equipe se comportou bem, em determinados momentos bem, não em todos. Nós não estávamos mal nos últimos três, quatro jogos. Precisamos persistir na possibilidade que podemos brigar pelo título do Brasileiro”, finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.