Tamanho do texto

Técnico diz que é difícil ver goleiro jogar ainda em 2011 e que é quase impossível que ele atue em 2012

O palmeirense pode usar este fim de temporada para se acostumar a não ver Marcos defendendo a sua meta. O treinador do Palmeiras afirmou nesta sexta-feira, em coletiva de imprensa, que dificilmente o ídolo voltará a atuar no gol da equipe e que, em 2012, é quase impossível que ele ainda vista a camisa do clube.

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícias do seu time em tempo real

"Não tenho previsão dele jogar, não. Ele que vai me dizer. Sempre que eu faço convocação, peço para o Carlos Pracidelli (preparador de goleiros), eu olho os treinamentos e vejo a reação dele para alguns tipos de jogadas e depois converso. Além disso, depois sempre falo com o Marcos. Se algum dia ele estiver em condições, ele joga", disse o treinador, que se mostra ainda mais pessimista quando o assunto é 2012.

"Jogando, é muito difícil ele estar. Ele não consegue jogar agora, imagina para o ano que vem? Quase impossível. Mas como membro da comissão, para usar a imagem, a estampa que ele tem, aí sim ele pode atuar", completou.

Na comemoração do aniversário de Felipão, sobrou farinha até para o goleiro Marcos
Gazeta Press
Na comemoração do aniversário de Felipão, sobrou farinha até para o goleiro Marcos


Marcos vem atuando com dores no corpo inteiro, especialmente no joelho esquerdo. Sua lesão vem desde setembro do ano passado, quando o goleiro chocou-se com Farías, atacante do Cruzeiro. Na ocasião, ele foi substituído por Deola e, desde então, nunca mais conseguiu emplacar uma sequência boa de jogos.

Internamente, no meio do ano, Marcos teve uma campanha para que continuasse a jogar. A Adidas, fornecedora de material para a equipe, chegou até a mudar o mote do lançamento de camisa, que seria para homenagear o último ano de carreira e afirmou que era para celebrar 15 anos de estreia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.