Tamanho do texto

FPF afirma que nível da competição não cairá e usa regulamento para mostrar que times estão formados há mais tempo

Gazeta Press
Presidente da FPF disse que inchaço na Copinha serve para estimular o futebol
O campeonato com o maior número de clubes do Brasil começa nesta terça-feira. Com 96 times, a Copa São Paulo de Futebol Júnior inicia a sua 43ª edição já sendo defendida pela organização por causa do inchaço que sofreu neste ano. O presidente da FPF (Federação Paulista de Futebol), Marco Polo Del Nero, afirma que a presença de mais times segue o estatuto de sua entidade, estimulando a prática de futebol.

Leia mais: Mesmo inchada, Copa São Paulo continua revelando bons jogadores

Ele ainda afirma que a prática dos times de aluguel, formados em cima da hora, vai ser extinta este ano por causa do regulamento, que prevê que os jogadores estejam inscritos no seu clube no máximo até o dia 16 de setembro de 2011.

“O estatuto da FPF determina que a gente fomente o futebol. Com muitos times e muitas cidades exibindo estes jogos, com público maciço, estamos fomentando e cumprindo nosso objetivo. Além disso, ainda podemos formar valores para disputar a Copa de 2014. Vários talentos vão sair desta competição”, disse Marco Polo em entrevista ao iG .

Veja também: Por emoção ao torcedor, Del Nero mantém regulamento do Paulistão

“Dessa vez, não vai ter clube formado em cima da hora. O regulamento exige que os atletas estejam inscritos antes. Roraima, por exemplo, ficou fora das competições por causa disso. Pode até ter esquema de empresário, mas aí ele vai ter que colocar os jogadores nos times já em setembro. Não tem mais o esquema de formar equipe em 15 de setembro, conseguimos inviabilizar isso”, completou.

A Copa São Paulo vai ser disputada por mais de 2000 atletas, segundo o presidente, que estarão distribuídos em 24 grupos divididos em 23 sedes. A final, como manda a tradição, será disputada no dia 25 de janeiro, no aniversário da cidade, com jogo marcado para o Pacaembu.

Confira as novidades dos times para a Copa São Paulo de 2012:
O último título do Corinthians na Copa SP ocorreu em 2009
Vipcomm
O último título do Corinthians na Copa SP ocorreu em 2009
Times com mais títulos tentam manter a tradição
Corinthians tenta o oitavo título da Copa São Paulo com seu time sub-18 principal, treinado pelo ex-jogador Narciso, mas também poderá vencer com o Flamengo de Guarulhos. Isso porque o clube da grande São Paulo cedeu seu espaço para abrigar os jogadores da base corintiana, desalojada desde o início das obras do estádio em Itaquera.

O discurso de Narciso não é o de favorito. O ex-santista diz que o mais importante para o Corinthians é formar jogadores que possam ir para o time principal. Com as recentes mudanças na base do clube, o Corinthians tem cada vez menos protagonistas oriundos das categorias inferiores. O campeão brasileiro de 2011 tinha apenas um titular vindo do “terrão”, o goleiro Julio Cesar. A estreia do time paulista no grupo M é nesta terça contra o time paraibano.

Confira a tabela completa da Copa São Paulo de Juniores

Com cinco conquistas, o Fluminense vem logo atrás da equipe paulista no ranking de equipes com mais títulos da competição. O time chegou até a decisão da Taça BH e do Campeonato Brasileiro sub 20, mas perdeu as duas finais. Com um time mesclado de jovens promovidos do sub 17, as apostas do Flu para a Copinha são o atacante Marcos Junior, o meia Eduardo e o lateral Igor Julião. Neste ano, o time do Fluminense  está no grupo C e estreia nesta quinta, contra o Ji-Paraná-RO, em Ribeirão Preto.

Já o Internacional  tenta conquistar pela quinta vez o torneio. Em 2012, o título serveria também para apagar a má imagem pela eliminação precoce no Brasileirão Sub-20, nas quartas de final. O técnico André Jardine comanda um grupo que treina junto desde o sub-10 – a Copa São Paulo é sub-18. Entrosamento, portanto, não faltará.

O lateral-direito Cláudio Winck (sobrinho de Luís Carlos Winck, da seleção), o meia Rodrigo e o atacante Nathan são os destaques da equipe. A primeira partida do Internacional na competição acontece nesta quarta frente ao Confiança-SE, na cidade de Leme.

Equipes que ainda não venceram, lutam pela sua primeira conquista

Bruno Dybal, camisa 10 e capitão, é um dos destaque do Palmeiras para a Copa SP de 2012
Divulgação
Bruno Dybal, camisa 10 e capitão, é um dos destaque do Palmeiras para a Copa SP de 2012
O Palmeiras é um dos grandes que nunca venceu a Copa São Paulo. Para tentar quebrar esse jejum, a base do time será a que foi campeão paulista sub 17. Nomes mais famosos são os de Bruno Dybal, Bruno Sabiá, Hugo, Lucas Taylor, Luiz Gustavo, Lima, Gabriel, Vinicius Silvestre, João Denoni e João Mansur.Outro destaque é o lateral-direito Bruno Oliveira, o Bruninho, que vinha treinando com o elenco profissional à pedido do técnico Luiz Felipe Scolari.

A melhor colocação do Palmeiras foram os vice-campeonatos em 1970 e 2003. A estreia do time paulista será nesta terça-feira contra o Linhares-ES, em Araraquara.

Único dos quatro clubes grandes do Rio de Janeiro que nunca venceu a Copa São Paulo, o Botafogo usará uma equipe renovada em 2012. Dos 20 jogadores que disputarão o torneio, 15 estão no primeiro ano de juniores. Nomes mais conhecidos da torcida, como o atacante Vitinho e o meia Jeferson farão a pré-temporada com os profissionais e não disputarão o torneio. O time carioca faz a sua estreia nesta quarta contra o Americano, do Maranhão, em São José dos Campos.

Leia mais: Revelar atacante de sucesso vira obsessão no Grêmio

Sem nunca ter ganho uma edição da Copa SP, o Grêmio aposta na reformulação das categorias de base para, ao menos, fazer uma boa campanha. Marco Antônio Biasotto foi trazido do Palmeiras para comandar o departamento. A primeira missão dele foi revelar um atacante, algo que não acontecia desde 2007, com Carlos Eduardo. Guilherme Biteco, então, é a aposta.

O técnico que comandará a equipe na competição é Jorge Parraga, que dirigiu o time profissional do Palmeiras em 2010. Os gaúchos enfrentam o Oratório-AP na estreia da Copa São Paulo nesta quarta-feira, em Osasco.

São Paulo e Atlético-MG buscam o tetra e o Flamengo quer o tri
O São Paulo possui três títulos da competição e tenta o tetra. O nome mais famoso é o de Ademilson, artilheiro do Brasil no mundial sub-17. Ele é a grande esperança do clube, inclusive do presidente do clube, Juvenal Juvêncio, que não se cansa de elogiar o garoto. Ele já integrará os treinos do time profissional logo após o término da competição. O primeiro jogo do São Paulo acontece nesta quarta-feira contra o Palmas-TO, em Barueri.
Ademílson já treinou entre os profissionais e é a principal aposta do São Paulo para a Copa SP
Vipcomm
Ademílson já treinou entre os profissionais e é a principal aposta do São Paulo para a Copa SP

O Atlético-MG também tenta o quarto título da Copa São Paulo e aposta numa mescla do sub-20 com sub-17. O sub-20 é o atual campeão da Taça BH e o sub-17 já venceu o Futuro Campeões três vezes seguidas. A primeira partida dos mineiros, cabeças de chave do grupo R, pegam o CRB nesta quarta, na cidade de Porto Feliz. O destaque do time é o meia Leleu, que chegou a ser usado no time profissional em 2011, pelo técnico Dorival Júnior.

Para a disputa da Copa São Paulo de Juniores de 2012, o Flamengo vai repetir a estratégia adotada durante a pré-temporada e a campanha do ano passado, que valeu ao clube seu segundo título da Copinha. O time mesclou jogadores que atuaram na temporada 2011 com jovens que promovidos do juvenil.

Os destaques para este ano são os meias Muralha e Thomás, que já integraram a equipe profissional. Além deles, o técnico Paulo Henrique terá também o volante Lorran e o meia Adryan. A missão de evitar os gols adversários é do promissor Caio Fernando, de 18 anos.
Flamengo recebe taça da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2011
Futura Press
Flamengo recebe taça da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2011
Santos, Cruzeiro e Vasco tem apenas uma conquista de Copa São Paulo
A única vez que o Santos venceu o torneio foi em 1984. O técnico Claudinei Oliveira não esconde que além de revelar novas joias, o time precisa conquistar a competição. “O Santos revela bons jogadores há muito tempo. Temos grandes jogadores formados no clube no time profissional. Por isso um time da grandeza do Santos têm de entrar no torneio para ser campeão”, disse Oliveira.

A estreia santista é nesta quinta-feira, às 19h, contra os pernambucanos do Vitória de Santo Antão, em Limeira. O Santos está no Grupo Q, composto também pelo Assu-RN e pela Inter de Limeira.
“Parte deste grupo chegou à fase final do Campeonato Brasileiro Sub-20 e a nossa esperança é que possamos fazer uma boa Copa São Paulo”, disse o técnico santista ao site oficial do clube.

Depois de uma temporada não muito boa em 2011, o time juniores do Vasco se arma para a Taça São Paulo na tentativa de faturar seu segundo título no torneio. O técnico Galdino terá como destaques Guilherme Costa, Dieyson e Luan, que já treinaram entre os profissionais. O Vasco estreia na competição dia 5 contra o Colo Colo de Feira de Santana, Bahia. O meia Guilherme Costa e o zagueiro Luan, comparado a Mauro Galvão, são os destaques do time carioca no torneio, além do atacante Romarinho, filho do ex-atacante da seleção brasileira e atual deputado federal pelo PSB, Romário.

O Cruzeiro conseguiu bons resultados nas principais competições sub-20 nos últimos anos. Desses times saíram o goleiro Rafael, os meias Bernardo (hoje no Vasco) e Dudu (agora no Dínamo Kiev e na seleção brasileira) e o atacante Guilherme (repatriado pelo Galo). O meia Alisson será a grande aposta do Cruzeiro para a Copinha e até mesmo para ser aproveitado por Vágner Mancini em 2012. A equipe mineira estreia nesta terça contra o ABC-RN, em São José do Rio Preto.

* Colaboram Bruno Winckler, Danilo Lavieri, Hector Werlang, Hilton Mattos, Mauricio Nadal, Renan Rodrigues e Victor Martins

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.