Tamanho do texto

Novo treinador deverá mudar o esquema tático e quer valorizar o trabalho das categorias de base

A chegada de Paulo Roberto Falcão representa uma nova era no Inter . Novo treinador, novos conceitos, novas ideias. A projeção é que o técnico poderá fazer reformulações no time titular.

Jogadores que antes eram preteridos ganham nova motivação para trabalhar. Os até então titulares precisam seguir em alto nível. O atacante Rafael Sobis resumiu o momento de transição.

“Quando tem uma mudança, é quase que uma pré-temporada. O treinador tem um novo pensamento e todos vão querer mostrar trabalho”, disse.

A primeira mudança deve ser a utilização de dois atacantes. O esquema tático 4-2-3-1, usado por Celso Roth, era bastante contestado. O Inter usou o 4-4-2 contra o Canoas e venceu por 6 a 2 . O time não havia feito esta quantidade de gols em nenhuma partida durante os 10 meses de trabalho de Roth.

Uma ideia de Falcão é valorizar as categorias de base. “Qual a condição de trabalho dos garotos?”, foi uma das primeiras perguntas que ele fez aos dirigentes. O zagueiro Juan, com passagem pelas seleções brasileiras inferiores, deve ser mais valorizado. O volante Glaydson poderá ser testado na lateral-direita. Ele já teve algumas experiências nessa função.

Rafael Sobis, outro oriundo das categorias de base, é o favorito para jogar ao lado de Leandro Damião. O atacante deixou um bom cartão de visita para o novo técnico: Foi o autor de dois gols na goleada diante do Canoas.

Falcão será apresentado nessa segunda-feira , às 17h30. O primeiro treino será na terça-feira, às 16 horas. A estreia acontecerá no sábado, 18h30, contra o Santa Cruz, no Beira-Rio, pelas quartas de final do segundo turno do Gauchão. Serão quatro dias de trabalho para Falcão definir o seu primeiro time titular.

Veja imagens da carreira de Falcão:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.