Tamanho do texto

José Alzir Flor da Silva, 58 anos, teria molestado meninos que treinavam no clube. Ele foi demitido em 2009

Ex-coordenador das categorias de base do Grêmio, José Alzir Flor da Silva, 58 anos, é suspeito de ter cometido abusos sexuais contra meninos que jogavam no clube. O caso, denunciado pelo Ministério Público Estadual (MPE), começou a ser julgado na Vara da Infância e Juventude de Porto Alegre na última sexta-feira.

A denúncia foi revelada em reportagem da RBS TV , produzida pelo jornalista Daniel Scola. As investigações começaram logo depois da participação das categorias de base do Grêmio em um torneio no Interior do Rio Grande do Sul, após um dos garotos ter levado o caso à direção do clube.

Pela investigação do MP, três crianças, entre 11 e 13 anos, teriam sido molestadas entre 2008 e 2009. O funcionário foi demitido pelo presidente do Grêmio, Duda Kroeff, que considerou o caso gravíssimo e disse ter tomado medidas para evitar novas ocorrências.

Alzir deve responder pelos crimes de assédio sexual, maus-tratos e coação. O advogado, ainda de acordo com a matéria, informou que seu cliente alega inocência.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.