Tamanho do texto

Após sofrer virada no Goodison Park, time de Roberto Mancini para em 62 pontos e vê concorrentes mais perto

Neste sábado, o Everton fez um favor ao rival Liverpool e ao Tottenham. Ao virar sobre o Manchester City, e vencer por 2 a 1, no estádio Goodison Park, o time esquentou a briga pela quarta vaga na Liga dos Campeões da próxima temporada. Os gols foram marcados por Distin e Osman, ambos de cabeça e no segundo tempo, após Yaya Touré ter aberto o placar na primeira etapa.

O time do técnico Roberto Mancini se manteve nos 62 pontos e na quarta colocação. O Tottenham, com uma partida a menos, tem momentaneamente 55, pois joga contra o Blackpool às 13h30 (Brasília) e enfrenta o City na próxima terça-feira. O Liverpool pega o Fulham na segunda-feira e torce por um empate entre os rivais no dia seguinte.

Em Londres, o West Ham apenas empatou com o Blackburn, por 1 a 1, e continuou na lanterna da competição. Aston Villa e Wigan terminou com o mesmo placar. No último minuto, o Sunderland marcou com Muntari e venceu o Bolton por 2 a 1, mesmo placar da vitória do Newcastle sobre o Birmingham, no St. James Park.

No domingo, Chelsea e Manchestrer United , líderes da Premier League , duelam em Old Trafford, enquanto, à espreita, o Arsenal enfrenta o Stoke City fora de casa. No mesmo dia, Wolverhampton e West Brom também jogam.

Touré marcou um, mas não conseguiu assegurar vitória para o City
AP
Touré marcou um, mas não conseguiu assegurar vitória para o City
O jogo

A primeira chance de gol do jogo foi do Everton, com Osman, após passe de Baines. Ele bateu de canhota, mas passou por cima. Aos 9, David Silva chutou da ponta esquerda da área e quase marcou. Dois minutos depois, o espanhol cruzou para Vieira, mas o francês bateu para fora.

Aos 28, Silva tocou para Yaya Toure. Pela direita da área, ele bateu forte, no centro do gol de Tim Howard e abriu o placar. No segundo tempo, o City voltou pressionando. Kolarov cruzou e Dzeko tentou de cabeça. Depois, os papéis se inverteram: o bósnio passou ao sérvio, que arrematou de fora da área, à direita de Howard.

Roberto Mancini não conseguiu fazer seu time ampliar, e sofreu a virada em sete minutos: aos 20, Arteta cobrou falta da direita e Distin completou de cabeça e contou com falha do goleiro Joe Hart. Também da parte destra do campo, Phil Neville apoiou, cruzou e Osman cabeceou da entrada da área, no ângulo de Hart.

Sem o argentino Carlos Tevez, seu principal atacante, o City foi incapaz de colocar a vitória do Everton em risco. Mancini fez o que pôde, colocando o brasileiro Jô, o inglês Adam Johnson e o italiano Mario Balotelli nos lugares dos volantes Nigel de Jong e Patrick Vieira, e do lateral Pablo Zabaleta, mas Howard foi pouco ameaçado.

Confira a 36ª rodada do Campeonato Inglês:

Sábado:
Aston Villa 1 x 1 Wigan
Bolton 1 x 2 Sunderland
Everton 2 x 1 Manchester City
Newcastle 2 x 1 Birmingham
West Ham 1 x 1 Blackburn
Tottenham x Blackpool (13h30)

Domingo:
Manchester United x Chelsea
Wolverhampton x West Brom
Stoke City x Arsenal

Segunda-feira:
Fulham x Liverpool

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.