Tamanho do texto

Gol aos 43 do segundo tempo dá vitória aos mineiros no duelo dos promovidos à Série A

As contratações do América-MG trouxeram resultados a curto prazo. Logo na estreia do time no Campeonato Brasileiro Série A, os reforços decidiram. Com gols de Rodriguinho e Alessandro, o América derrotou o Bahia , de virada, por 2 a 1. O tento da vitória saiu aos 42 minutos da segunda etapa.

No final de semana que vem, os times terão pela frente adversários cariocas. O América-MG visitará o Vasco, no Rio da Janeiro. Já o Bahia, que ficou fora da final do Campeonato Baiano, tentará afastar a crise contra o Flamengo.

O jogo

De volta à elite do futebol brasileiro, Bahia e América-MG começaram a partida nervosos. Tanto é que Dudu e Marcone já estavam 'amarelados' com apenas oito minutos. Jogando em casa, o América tocava mais a bola, enquanto os baianos investiam em arrancadas.

Desde o apito inicial, o meia Lulinha, revelado pelo Corinthians, deu indícios que iria incomodar. Aos 16 minutos, avançou, tabelo com Souza e chutou perto da meta de Flávio.

Mas, quatro minutos depois, em outra arrancada, o atleta colocou na frente e, no choque, o lateral esquerdo Carleto pôs a mão na bola durante a queda. Pênalti para o Bahia. O atacante Souza cobrou com categoria e inaugurou o placar na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas.null

Após tomar o gol, o time mineiro ficou mais atento. Mas a equipe, escalada pelo técnico Mauro Fernandes, não conseguiu infiltrar na zaga baiana e foi ao vestiário atrás do marcador.

Na volta do intervalo, as broncas de Mauro Fernandes surtiram efeito. Logo aos três minutos, após confusão na área, Eliandro dominou, cortou o zagueiro e rolou para trás. O estreante Rodriguinho, que havia substituído Irênio, chutou no ângulo e empatou para o América.

O empate animou os donos da casa. O time mineiro aumentou a ronda na defesa do Bahia, do treinador Renê Simões, e só não consumou a virada porque Marcelo Lomba evitou inúmeras vezes.

Apesar do ímpeto dos anfitriões, o Bahia não se deu por vencido. Thiego e Souza chegaram com perigo, concluindo jogadas aéreas, porém Flávio interviu e manteve a igualdade na cidade mineira de Sete Lagoas.

Mas, assim como no primeiro gol, o América-MG contou um estreante. O velho conhecido Alessandro marcou o seu, aos 43 minutos, e definiu o confronto.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG 2 X 1 BAHIA

Local: Estádio Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)
Data: 22 de maio de 2011 (Domingo)
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo César de Oliveira (SP)
Assistentes: Herman Brumel (SP) e Rogério Pablo Zanardo (SP)
Cartões amarelos: Dudu, Amaral (América-MG); Marcone (Bahia)

GOLS : AMÉRICA-MG: Rodriguinho, aos 3 minutos do segundo tempo; e Alessandro, aos 43 minutos do segundo tempo.
BAHIA: Souza, aos 21 minutos do primeiro tempo

AMÉRICA-MG: Flávio; Sheslon (Camilo), Micão, Gabriel e Carleto; Dudu, Leandro Ferreira, Amaral e Irênio (Rodriguinho); Fábio Júnior e Eliandro (Alessandro)
Técnico: Mauro Fernandes

BAHIA: Marcelo Lomba; Gabriel, Thiego, Titi e Ávine; Marcone, Fahel, Lulinha (Maranhão) e Camacho; Jobson (Boquita) e Souza (João Neto)
Técnico: René Simões

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.