Tamanho do texto

Popluhar era zagueiro e foi titular da seleção da Checoslováquia na Copa de 1962, vencida pelo Brasil

selo

Jan Popluhar, um dos maiores jogadores da história do futebol eslovaco, morreu no domingo, aos 75 anos, em um hospital da cidade de Bratislava. A confirmação da morte foi feita pela Federação de Futebol da Eslováquia, que não revelou a causa do falecimento do ex-jogador, que participou da seleção da Checoslováquia que chegou à final da Copa do Mundo de 1962, no Chile, e perdeu para o Brasil por 3 a 1.

Popluhar era zagueiro e foi titular da seleção da Checoslováquia no Mundial de 1962. Também participou da equipe que terminou em terceiro lugar na Eurocopa de 1960 e esteve na Copa do Mundo de 1958. Ele marcou apenas um gol nos 62 jogos que disputou pela seleção da Checoslováquia entre 1958 e 1967.

O Comitê Internacional de Fair Play o homenageou com o prêmio de fair-play em 1996. "Durante os 19 anos da minha carreira no futebol, nunca foi expulso e eu nem sequer receber um cartão amarelo", disse certa vez. "Pode parecer inacreditável, mas é verdade".

Em 2002, Popluhar foi escolhido melhor jogador de futebol da Eslováquia do século 20. Ele passou a maior parte da sua carreira no Bratislava e no Lyon, da França, antes de ser jogador e técnico ao mesmo tempo pelo Slovan Viena, da Áustria, por uma temporada.

Junto com outras grandes estrelas do futebol checoslovaco, como Josef Masopust e Svatopluk Pluskal, Popluhar foi selecionado para formar uma seleção internacional para enfrentar a Inglaterra em Wembley na comemoração do centenário da Associação de Futebol da Inglaterra em 1963.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.