Tamanho do texto

Santos, porém, não tem pressa para a volta do meia, que precisa estar 100% apenas para a disputa do Mundial

selo

Pouco mais de um mês depois de sofrer uma lesão no músculo posterior da coxa esquerda, no amistoso entre Brasil e Gana, o meia Paulo Henrique Ganso voltou a correr no gramado nesta segunda-feira. O jogador santista deu diversas voltas ao redor dos campos do CT Rei Pelé, nesta tarde, e aumentou as expectativas para o seu retorno ao Santos e à seleção .

"Gradativamente, o Paulo Henrique Ganso começará a realizar alguns treinamentos físicos no campo. Será um período de transição, ainda sem treinos com bola, quando também serão mantidas as sessões de fisioterapia e o trabalho de reforço da musculatura", explicou o fisioterapeuta Avelino Buongermino, sem dar um prazo para que o jogador volte a ficar à disposição de Muricy Ramalho.

Veja também: Santos é o 11º colocado. Confira a classificação do Brasileirão

Com poucas chances de conquistar o título brasileiro, já que tem 13 pontos de distância para o líder Corinthians, o Santos pensa no Mundial Interclubes e, por isso, não tem pressa para contar com o meio-campista. Se preocupa apenas em tê-lo inteiro em dezembro.

"O Ganso vem se recuperando dentro de nossas expectativas e vem sendo reavaliado semanalmente. Estamos tomando todos os cuidados para diminuir as chances de reincidência da lesão" afirmou Rodrigo Zogaib, médico do Santos.

Entre para a Torcida Virtual do Santos e comente sobre volta de Ganso

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.