Tamanho do texto

Título só foi definido aos 50 minutos do segundo tempo, após pênalti polêmico a favor do time de Marselha

Em uma partida muito movimentada realizada na cidade de Tânger, no Marrocos, o Olympique de Marselha venceu o Lille de virada por 5 a 4, nesta quarta-feira, e conquistou pela terceira vez (a segunda consecutivamente) a Supercopa da França. Em um duelo emocionante, que teve cinco gols nos últimos dez minutos, o título só foi definido aos 50 minutos do segundo tempo, em uma cobrança de pênalti a favor da equipe de Marselha.

À frente no placar durante quase todos os 90 minutos, o Lille abriu o marcador aos nove minutos do primeiro tempo, com Florent Balmont. Na etapa final, logo aos 13 minutos, Eden Hazard ampliou a vantagem, que foi reduzida aos 26 minutos após um gol de Jordan Ayew. Porém, um minuto depois, Moussa Sow voltou a balançar as redes para o Lille.

Com dois gols de desvantagem e poucos minutos restando no cronômetro, o Olympique de Marselha teve forças para empatar a partida em 3 a 3 com gols de Morel, aos 40 minutos, e Rémy, aos 42. Aos 45, a improvável virada tomou forma com um gol de pênalti de Andre Ayew.

Com o título quase perdido, o Lille ainda conseguiu o empate aos 47 minutos, com Marko Basa. Entretanto, mais um pênalti foi marcado para o Olympique, e novamente Andre Ayew acertou a cobrança, desta vez colocando números finais no marcador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.