Tamanho do texto

"Vamos esquecer a Sul-Americana e vamos com tudo no Campeonato Brasileiro", projetou o goleiro Santos

Com um time reserva em campo, o Atlético Paranaense foi eliminado em casa para o Flamengo e está fora da Copa Sul-Americana. Porém, sem trauma, já que a competição estava longe de ser uma prioridade para o clube. O meia Branquinho, acredita que o time até atuou bem, mas faltou concluir mais a gol para buscar um resultado melhor.

"Criar a gente criou, mas não concluímos em gol. O primeiro tempo foi muito ruim. É difcil a gente perder na Arena, mas acontece. Se a gente tivesse feito o que o Renato pediu a gente teria saído com a vitória. Ele pediu força de vontade e atacar", afirmou o jogador, que já pensa na partida diante do Coritiba, domingo, pelo Campeonato Brasileiro. "Agora vamos pensar no clássico", completou.

Para o goleiro Santos, que também teve uma oportunidade para mostrar seu futebol para o treinador, as duas partidas tiveram sua importância, especialmente porque o time conseguiu segurar bem ao adversário, pelo menos até onde foi possível. Agora, o foco muda. "Foi importante. Jogamos bem, criamos, mas não conseguimos fazer o gol. Vamos esquecer a Sul-Americana e vamos com tudo no Campeonato Brasileiro", projetou.

Convertido em atacante por Renato Gaúcho, o ex-volante Fransérgio também volta suas atenções para a competição nacional, e garante que ficará na nova posição até quando o treinador desejar. "Vamos pensar 100% no Brasileiro. Vamos fazer esse Atletiba que pode mudar nossa situação. Vou deixar a critério do Renato. Se ele quiser que eu fique, quero fazer o melhor para ajudar o Atlético", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.