Eleições no Vasco estão mantidas para terça-feira

Desembargador de plantão no sábado mantém pleito que vai apontar presidente do triênio 2011/12/13

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro | 31/07/2011 07:15

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Depois de muita batalha jurídica, as eleições no Vasco estão mantidas para o dia 2 de agosto. A decisão foi tomada na começo da noite deste sábado. O pleito vai escolher presidente, vice-presidente, membros eletivos, efetivos e suplentes do conselho deliberativo para o triênio 2011/12/13.

 

“É com grande prazer que tomei conhecimento desta decisão da Justiça, que torna definitiva e inquestionável a manutenção da data de 2 de agosto para a eleição da assembleia geral. É uma decisão que não cabe recurso e espero que os eleitores vascaínos compareçam em grande número a esta festa da democracia de nosso clube”, declarou Olavo Monteiro de Carvalho, presidente da assembleia.

Foto: Hilton Mattos Ampliar

O presidente Roberto Dinamite (ao centro) participa de evento que lançou sua candidatura à reeleição

A ameaça sobre o adiamento da eleição se deu em razão de ação na Justiça da oposição, que desde o começo do ano vem questionando a legitimidade da lista de elegíveis. Houve denúncia de fraude e pedido de recadastramento. Na quinta-feira, a juíza Ione Pernes, da 37ª vara civil, havia suspendido a manutenção da data inicial entendendo que seria um equívoco a realização da eleição na terça-feira.

No entanto, o departamento jurídico do clube agiu rápido e conseguiu a antecipação da tutela, expedida pelo desembargador Adolfo Correa Melo, de plantão no Tribunal de Justiça neste sábado.

Pelo estatuto, os sócios elegem a chapa vencedora, que indicará 120 nomes para o conselho. A chapa perdedora terá direito a 30 cadeiras. Estes 150 conselheiros se juntarão aos 150 natos, formando, assim, o colégio eleitoral com 300 nomes.

O pleito, tradicionalmente, é realizado no fim do ano. Mas, como as eleições de 2006 foram anuladas em razão de fraude, somente em meados de 2008 Dinamite derrotou Eurico nas urnas, pondo fim a uma era de mais de três décadas do ex-dirigente, tachado como ditador, como homem-forte do futebol vascaíno.

O atual presidente, Roberto Dinamite, tem como principal adversário o médico Pedro Valente, ex-vice de futebol de Eurico Miranda. Também concorrem os candidatos José Henrique Coelho, Nelson Medrado Dias, Léo Gonçalves e Jayme Lisboa.

 

 

 

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG

Ver de novo