Tamanho do texto

Com lesão na coxa esquerda, volante mostrou falta de ritmo em seu 1º jogo pelo Santos no ano, na sexta

selo

O meio de campo projetado pelo técnico Adilson Batista para brigar pelo título da Copa Libertadores estará pela metade nesta terça-feira, no jogo do Santos contra o Deportivo Táchira, na Venezuela. Jogam Arouca e Elano e ficam faltando Paulo Henrique Ganso e Charles. Arouca, com uma lesão na coxa esquerda, mostrou falta de ritmo em seu primeiro jogo da temporada , na sexta-feira, e preocupa o treinador. Elano, contudo, promete correr pelo companheiro.

"Arouca não vai estar sozinho. Nós vamos ajudá-lo na marcação e tudo vai dar certo", previu o meia repatriado do Galatasaray, da Turquia. Ele vem jogando como se jamais tivesse saído do time campeão brasileiro de 2002. Em seis jogos, marcou seis gols e, à exceção da atuação apagada da sexta diante do Noroeste, vinha compensando as ausências de Ganso e Neymar.

Nesta terça, Elano vai jogar pela primeira vez com Neymar. O meia acompanhou o garoto nos jogos do Sul-Americano sub 20, ficou entusiasmado com o futebol da nova celebridade santista e o aconselha a continuar jogando da mesma maneira na Libertadores. "Tem que pedalar e procurar desestabilizar os adversários. O espírito na Libertadores é diferente e cada time tem que usar bem as suas armas. Neymar é a nossa principal", afirmou Elano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.