Tamanho do texto

Gol de Kaká aos 45 minutos do segundo tempo garantiu o triunfo brasileiro por 4 a 3, em jogo disputado em 2009

Se repetir a história do último confronto diante do Egito, a Seleção Brasileira tem tudo para sofrer bastante para sair de campo vitoriosa. Isso porque, no dia 15 de junho de 2009, em sua estreia na Copa das Confederações da África do Sul, o Brasil, que viria a conquistar o título, penou para arrancar um triunfo por 4 a 3.

Leia também: Seleção fecha ano tenso para Mano contra Egito

Naquela ocasião, a Seleção Brasileira chegou a ir para o vestiário com 3 a 1 a seu favor, mas permitiu o empate no segundo tempo e só ganhou graças a um gol de Kaká , aos 45 minutos da etapa final, em um pênalti duvidoso. Apesar deste sofrimento, o Brasil jamais foi derrotado pelo Egito.

Em um total de cinco jogos foram cinco vitórias brasileiras, com 16 gols marcados e apenas quatro sofridos. A maior goleada foi um 5 a 0 em amistoso que marcou o primeiro encontro entre as duas equipes.

Abaixo a ficha técnica da última partida:

FICHA TÉCNICA
BRASIL 4 x 3 EGITO

Local: Estádio Free State, em Bloemfontein (África do Sul)
Data: 15 de junho de 2009, segunda-feira
Árbitro: Howard Webb (ING)
Cartão amarelo: Moawad (Egito) Cartão vermelho: Mohamadi (Egito)

GOLS: BRASIL: Kaká aos 5, Luís Fabiano aos 11 e Juan aos 37 minutos do 1º Tempo e Kaká aos 45 minutos do 2º Tempo
EGITO: Zidan aos 9 minutos do 1º Tempo e Shawky aos 9 e Zidan aos 10 minutos do 2º Tempo

BRASIL: Júlio César, Daniel Alves, Juan, Lúcio e Kléber (André Santos); Gilberto Silva, Felipe Melo, Elano (Ramires) e Kaká; Robinho (Alexandre Pato) e Luís Fabiano
Técnico: Dunga

EGITO: El Hadary, Ahmed Said, Moawad, Hani Said e Gomaa; Shawky, Ahmed Hassan (Ahmed Eid), Fathi e Hosni (Muhamad); Aboutrika e Zidan
Técnico: Hassan Shehata

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.