Tamanho do texto

Líder do ranking da ATP, tenista sérvio quer ser campeão em Londres para dar medalha ao seu país

selo Após conquistar três dos quatro torneios do Grand Slam na temporada passada e assumir a liderança do ranking mundial, Novak Djokovic quer ampliar os seus horizontes em 2012. Neste sábado, o tenista sérvio revelou o desejo de conquistar a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres.

"É uma das minhas prioridades este ano, os Jogos Olímpicos", declarou Djokovic em Melbourne, onde defenderá o título do Aberto da Austrália, tendo o italiano Paolo Lorenzi como seu primeiro adversário. "Tive a honra e o privilégio de representar o meu país em 2008 nos Jogos Olímpicos de Pequim. Foi uma experiência extraordinária, inigualável".

Em 2008, Djokovic obteve a medalha de bronze, quando Rafael Nadal, então número 1 do mundo, faturou o ouro. Roger Federer também faturou um ouro, mas nas duplas, em Pequim. E o torneio de tênis dos Jogos Olímpicos de Londres tem um significado especial para os tenistas, já que será disputado em Wimbledon.

"O tênis é só um de muitos esportes presentes nos Jogos Olímpicos, que é o acontecimento esportivo de mais prestígio, mais valioso e mais reconhecido na história do esportes. Isso diz tudo", afirmou Djokovic.

"Estou muito contente por voltar a representar o meu país e por regressar à grama de Wimbledon, onde joguei em 2011 e conquistei uma das minhas maiores metas. Assim, espero poder jogar bem, que vá bem e dê uma medalha para a Sérvia", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.