Tamanho do texto

Wlademir Pescarmona diz que antiga diretoria de futebol tem muita culpa na eliminação na semifinal contra o Goiás

Toda a calma que Felipão mostrou na coletiva faltou a Wlademir Pescarmona. O diretor de futebol saiu dos vestiários após a eliminação para o Goiás na semifinal da Copa Sul-Americana atirando para todos os lados, criticando jogadores, mas poupando seu técnico.

"O time amarelou. Isso, desculpe a palavra, é muito brochante. É preciso ver que a diretoria passada tem muita culpa nisso, com contratações e gastos absurdas e desempenho pífio. E o Felipão não tem culpa disso, ele tirou leite de pedra", afirmou Pescarmona, que comanda o futebol após Salvador Hugo Palaia, o presidente interino, diluir o departamento que tinha Gilberto Cipullo à frente.

O diretor mostrava ao mesmo tempo nervosismo e muita decepção com a situação. Sobre os dois jogos que restam para que 2010 acabe, contra o Fluminense e contra o Cruzeiro, Pescarmona afirmou que era melhor nem ver o Palmeiras em campo.

"Eu preferia ver o time dando W.O. no domingo. Mas eu sei que isso não pode. Agora é ver com o Felipão o que ele vai fazer. Ele que decide o que vai acontecer com essa equipe", disse ele antes de completar.

"Quem é que vai querer investir no Palmeiras agora? Quem é que vai nos ajudar a trazer jogador sem Libertadores?", finalizou.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.