Tamanho do texto

A realização de poucas contratações, mesmo com dinheiro em caixa, é outro fator de insatisfação dos torcedores com o técnico

A torcida do Arsenal perdeu de vez a paciência com o técnico Arsene Wenger e vem exercendo uma grande pressão para que o francês seja demitido ao término desta temporada. Para os torcedores, os seguidos fracassos à frente do clube, a falta de títulos importantes e um modo arcaico de administrar as finanças e contratações da equipe são os principais pontos que levam ao descrédito do treinador.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Nesta terça-feira, o jornal inglês The Sun revelou que o Arsenal possui 50 milhões de libras (cerca de R$ 135, 51 milhões) disponíveis em caixa para a contratação de novos jogadores, ignorando o panorama de crise financeira que fora apontado pelo treinador no início da temporada. Além disso, uma nova quantia em dinheiro deverá ser depositada neste fundo após a conclusão do pagamento de Cesc Fábregas e Samir Nasri , que foram negociados recentemente com Barcelona e Manchester City , respectivamente.

Arsène Wenger esbraveja durante partida do Arsenal
EFE
Arsène Wenger esbraveja durante partida do Arsenal

Apesar da quantia destinada para a transferência de novos atletas, a diretoria do Arsenal alegou que a decisão de não trazer novos nomes para reforçar a equipe partiu do próprio Wenger, que está satisfeito com o elenco que tem em mãos. No entanto, o time dos Gunners é formado basicamente por jovens jogadores e demonstrou certa imaturidade ao enfrentar o Milan, nas oitavas de final da Liga dos Campeões, culminando na sonora goleada por 4 a 0 que foi aplicada no San Siro.

Veja também:  Wenger reclama de cansaço e pede união para recuperar o Arsenal

O péssimo rendimento na competição continental e no próprio Campeonato Inglês irritou a torcida, que agora deverá cobrar explicações do técnico e exigir uma mudança de postura no comando dos Gunners . No entanto, se os torcedores não estão satisfeitos com seu comandante, ex-jogadores e dirigentes do Arsenal continuam defendendo a permanência do treinador, que dessa vez ganhou o apoio de seu compatriota e ex-comandado Emmanuel Petit.

E ainda:  Arsenal perde para o Sunderland e é eliminado da Copa da Inglaterra

"Arsene ainda é a solução para o Arsenal. Tirar ele do clube seria um grande erro. Se isso acontecer, precisaria encontrar um grande treinador para construir uma nova equipe a longo prazo, mas seria muito difícil. Acredito que Wenger tem que ficar no cargo, mas é necessário mudar a política do clube em relação às contratações para deixar o time mais competitivo", destacou o francês, em entrevista à rede BBC .

Eliminado da Copa da Inglaterra na última semana e com chances remotas de conseguir ir adiante na Liga dos Campeões, o Arsenal foca todas as suas atenções para a disputa do Campeonato Inglês deste ano. O time ocupa a quinta colocação e precisa diminuir uma vantagem de dez pontos do Tottenham para tentar sonhar com uma classificação para a próxima Champions .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.