Tamanho do texto

Conversa com Robinho e Júlior César estimulou desejo do zagueiro vascaíno em se transferir para a Europa

O zagueiro Dedé viveu dias de contos de fada no período em que esteve com a seleção brasileira , em Stuttgart. O zagueiro do Vasco , em sua primeira convocação, integrou o grupo que enfrentou a Alemanha , no último dia 10, e voltou cheio de histórias. Tão emocionante quanto matar o desejo de ser chamado por Mano Menezes, os bastidores da viagem jamais serão esquecidos.

Entre para a Torcida Virtual do Vasco e ajude o time a ser o 1º do ranking

Segundo o zagueiro, o gelo foi logo quebrado em sua chegada. Dedé conta que foi bem recebido pelos companheiros.

"Parecia que a gente já se conhecia antes. Rolou brincadeira, conversa...A rapaziada é gente boa. Fiquei bem à vontade. Quero voltar", contou Dedé.

Dedé e Neymar brincam na concentração do Brasil, em Stuttgart
Site oficial
Dedé e Neymar brincam na concentração do Brasil, em Stuttgart
"Mas é aquela história: se chegar é difícil, manter é mais ainda, Então quero muito treinar, me dedicar e fazer por merecer nova oportunidade copm eles", completou o zagueiro.

Twitter do iG Vasco: Siga e receba notícias do time em tempo real

Na resenha com os mais experientes, Dedé se deu conta de como o futebol internacional somará à sua carreira. Na maior parte do tempo, o conversa era sobre o dia a dia dos companheiros nos clubes europeus.

Por ora, Dedé quer cumprir seu contrato com o Vasco. Mas o jogador revela ter despertado interesse em se transferir para o futebol internacional depois da curta convivência na Alemanha.

"Conversei bastante com Robinho e com o Júlio César também. Os caras falam da experiência deles lá fora, isso motiva. Dá vontade só de ouvir falar. Prestei muita atenção na conversa. Ouvir falar de um futebol, educado, elegante, desperta o interesse de qualquer um."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.