Tamanho do texto

Jogador do Atlético-MG, porém, deixou claro que salário será fundamental para que troca seja concretizada

selo

O meia-atacante Daniel Carvalho confirmou nesta segunda-feira à Rádio Estadão/ESPN que há a possibilidade de ele ser envolvido na negociação entre Atlético-MG e Palmeiras para a permanência do volante Pierre em Belo Horizonte. O jogador, porém, deixou claro que não quer "sair perdendo", indicando que não aceitará reduzir seus vencimentos. O teto salarial do clube paulista é R$ 250 mil.

"O Eduardo Maluf (diretor do futebol do Atlético-MG) entrou em contato com meu pai, que é meu empresário, e informou dessa negociação de uma troca minha pelo Pierre. A gente deixou claro que quem tem que resolver são as duas diretorias. Se o Atlético não quiser contar comigo e tem o interesse do Palmeiras, tem que deixar os dois clubes resolverem", disse o jogador.

Leia ainda: Hackers trocam site do Cruzeiro pelo do Atlético-MG

De acordo com Daniel Carvalho, a conversa aconteceu na semana passada e Maluf revelou que conversaria com César Sampaio, gerente de futebol do Palmeiras, e depois voltaria a falar com o jogador e seu pai.

O meia-atacante afirma que seria uma "grande honra" atuar pelo Palmeiras, "um clube que já ganhou tudo", e disse que a chance de trabalhar com Luiz Felipe Scolari seria uma satisfação. Daniel Carvalho, porém, tem contrato com o Atlético-MG até maio e deixa claro que não quer ser prejudicado pela negociação.

"Meu contrato vai até maio, hoje eu já teria o direito de assinar pré-contrato com qualquer outro clube. Não vou sair perdendo, até porque meu contrato acaba daqui a cinco meses. Se for uma coisa boa para mim, tudo bem, mas não vou sair perdendo nessa jogada", reafirma, antes de jogar o problema para a diretoria mineira. "Eu não tenho pressa, o Atlético que tem pressa. O Atlético que resolva."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.