Tamanho do texto

Réver e Neto Berola tiveram que sair no começo do jogo e treinador alterou esquema tático da equipe

nullAinda no primeiro tempo da derrota para o Atlético-GO, no estádio Serra Dourada , o técnico Cuca teve que fazer duas substituições por conta de contusões. O atacante Neto Berola e o zagueiro Réver tiveram que deixar o jogo. Para o treinador, as saídas desses jogadores foram fundamentais para o resultado da partida.

Siga o Twitter do iG Atlético-MG e receba notícias do time em tempo real

Cuca gostou da primeira etapa da sua equipe no Serra Dourada. "Fizemos um bom primeiro tempo e fomos infelizes ao perder Réver e Berola. Isso em um dia em que não tínhamos André e Magno Alves. A opção era o Cambalhota, que não tinha condição de 90 minutos pois não joga há três meses", explicou o treinador.

Entre para a torcida virtual do Atlético-MG e convide os seus amigos

O técnico alvinegro explicou porque não colocou Marquinhos Cambalhota ainda no primeiro tempo, optando pela entrada de Richarlyson. "Marquinhos tem condição de jogar só 45 minutos. Está há três meses e meio parado e voltou essa semana. Uma lesão gravíssima. Temos que ter paciência, as coisas vão evoluindo. Ele entrou bem, concluiu duas a gol. Gostei da entrada dele", avaliou Cuca.

Veja como foi o duelo do primeiro turno entre Atlético-GO e Atlético-MG

O treinador ressaltou que a luta para sair definitivamente da zona de rebaixamento não é tarefa simples. "Você acha que é fácil sai da zona? Não é do dia para a noite que sai. O torcedor tem que ver que o time está organizado, está evoluindo. Poderíamos ter feito o gol também. Quem sai na frente ganha um jogo desse", afirmou.

O comandante acredita que, de agora em diante, todo jogo é decisivo na luta para não cair para a segunda divisão. "Todo jogo é importante. Hoje era e não vencemos. Temos que ter estrutura para administrar a derrota. Agora temos que vencer o Flamengo", concluiu o treinador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.