Tamanho do texto

Avaí tem pior campanha em casa, demitiu o técnico, está com os salários atrasados e jogadores descrentes

A campanha do Cruzeiro longe de Minas Gerais não tem sido das melhores. O time celeste conquistou apenas 12 dos 51 pontos que disputou como visitante. Mas na briga contra o rebaixamento , o time de Vágner Mancini tem ótima oportunidade para melhor o retrospecto fora de casa. O duelo desta quarta-feira, contra o Avaí , é o jogo contra o time que tem o pior desempenho como mandante.

Veja também: Cruzeiro deixa o Z-4. Veja a classificação atualizada

São apenas 17 pontos conquistados na Ressacada. Ninguém perdeu tanto dentro de casa como perdeu o Avaí, são oito derrotas. Além de todo o retrospecto, o Cruzeiro tem pela frente um adversário em crise. Se os jogadores já consideram o rebaixamento como algo inevitável , a direção do clube parece não pensar diferente, o técnico Toninho Cecílio perdeu o emprego nessa segunda-feira.

Leia também: América-MG e Avaí tentam última cartada no Campeonato Brasileiro

Sobrou então para o auxiliar Neguinho, que vai comandar o time no jogo contra o Cruzeiro. Caso seja derrotado, o Avaí vai ser rebaixado . Além da pressão do jogo, o time de Santa Catarina vai para o jogo como o lanterna da competição e com três meses de salário atrasado. Mas apesar de todo o cenário que envolve o adversário, o volante Leandro Guerreiro não espera uma partida fácil.

“Vai ser mais difícil que o jogo do Inter, até pela situação do Avaí que, para escapar, tem que ganhar todos os jogos. Vai ser um jogo de vida ou morte para a gente e para eles também, que vai ser decidido no detalhe. Quem errar menos vai sair vencedor. Estamos encarando esse jogo como o da nossa vida e é continuar com essa pegada”, disse o jogador que deve ser mantido como titular .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.