Tamanho do texto

Nos dois gols são-paulinos, Rivaldo teve liberdade para armar as jogadas e servir os companheiros

Vipcomm
Para Fabrício, Cruzeiro deu liberdade para Rivaldo criar as jogadas
O meia Rivaldo foi o maestro do São Paulo na vitória sobre o Cruzeiro , nesse sábado. O experiente jogador teve liberdade para criar as jogadas e as falhas na marcação incomodaram o setor defensivo do Cruzeiro.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

O goleiro Fábio acredita que a vitória do São Paulo foi construída nas falhas defensivas do Cruzeiro. “Acho que eles aproveitaram bem as chances que demos na marcação. Não podemos dar mole. Estávamos marcando bem e fomos infelizes nos lances dos gols. Na parte ofensiva também deveríamos ter marcado. Aqui é sempre difícil. Sofremos gols em situações que poderíamos evitar. Faltou atenção e vibração do time”, analisou o capitão cruzeirense.

Entre para a Torcida Virtual do Cruzeiro e convide seus amigos

O volante Fabrício acha que o time deu muitos espaços a Rivaldo. “Por pior que seja a fase deles, é sempre complicado. Rivaldo é bom jogador, se não marcar em cima ele joga. Fizeram jogadas bem trabalhadas e fizeram dois gols”, disse o volante do Cruzeiro.

Para o zagueiro Gil, o gol logo no início do segundo tempo foi fundamental para a derrota. “Voltamos com uma proposta no segundo tempo e tomamos o gol cedo. Brasileirão é difícil mesmo. Derrota é sempre ruim, ainda mais tomando o terceiro cartão. Levantar a cabeça e trabalhar”, disse o zagueiro, que desfalca o time na próxima rodada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.