Tamanho do texto

Sob o seu comando, time chegou à liderança temporária do Brasileiro sem jogadores como Felipe e Juninho

Em uma coisa Cristóvão Borges, auxiliar de Ricardo Gomes , tem mostrado ser tão eficiente quanto o técnico vascaíno que segue internado por causa de um AVC . Sua relação com os jogadores faz lembrar muito a do amigo e comandante do Trem Bala da Colina. Prova disso são os resultados do time no Campeonato Brasileiro diante de tantas ausências. Com a goleada de 4 a 0 sobre o Grêmio , na noite de sábado, em São Januário, o Vasco assumiu, temporariamente, a liderança da competição. O próprio treinador interino atribuiu o comportamento dos jogadores ao aproveitamento da equipe nas últimas partidas.

Siga o Twitter do iG Vasco e receba notícias do time em tempo real

E o
AE
E o "Trem-Bala da Colina" apareceu em São Januário
Sob o seu comando, o time fez cinco apresentações – três vitórias, um empate e uma derrota. Com 45 pontos, o Vasco está na ponta da tabela. Se o Corinthians tropeçar contra o Santos , neste domingo, a posição será mantida. Em tempo: neste período, Cristóvão não contou com Felipe ( recuperando-se de artroscopia no joelho direito ), Anderson Martins ( negociado para o futebol do Catar ), Dedé e Rômulo ( desfalcando a equipe em alguns jogos servindo a seleção brasileira ) e Juninho Pernambucano ( fora do país nos últimos dez dias tratando de assuntos particulares ).

Entre para a Torcida Virtual do Vasco e convide seus amigos

Como lidar com estas adversidades? O bom ambiente na disputa por posições e as peças de reposição.

"Demos oportunidade a todos de brigarem por posição. Acontece que existe hoje uma briga sadia, e quem ganha com isso é o Vasco. Quando há uma competição como esta, o atleta acaba se exigindo mais. E você acaba tenho um grupo bastante qualificado”, discursou Cristóvão.

Para o compromisso do dia 22, em São Januário, contra o Atlético-GO , o auxiliar-técnico deve ter a volta de Felipe, que já treina com o grupo. Outro jogador que vem de um tempo inativo por causa de lesão no tornozelo é o lateral-esquerdo Julinho. O Reizinho Juninho é a grande arma do auxiliar de Ricardo Gomes. Porém, como está sem treinar, a comissão técnica quer avaliá-lo melhor para não correr o risco de escalar o meia com a parte física comprometida. Quem desfalca a equipe o zagueiro Dedé, que levou o terceiro cartão amarelo. Victor Ramos deve atuar ao lado de Renato Silva.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.