Tamanho do texto

Ex-volante do clube quer receber valores reajustados pelo período que defendeu o clube

Cristian e Andrés tomaram um cafezinho na sala de imprensa do CT há um mês
Bruno Winckler
Cristian e Andrés tomaram um cafezinho na sala de imprensa do CT há um mês
O volante Cristian, ex-Corinthians, atualmente no Fenerbahce, entrou com uma ação na justiça contra o clube paulista para reaver valores que teria a receber referentes a direitos de arena - nome técnico para os valores que o clube arrecada com transmissão dos seus jogos e que devem ter uma porcentagem repassada aos jogadores.

Siga a página do iG Corinthians no Twitter

Por lei, 20% desse valor vai para os atletas e a divisão é feita de acordo com o número de partidas que cada jogador atua. Cristian jogou no Corinthians por um ano e meio entre 2008 e 2009 e quer recalcular o valor que recebeu neste período utilizando esta porcentagem como parâmetro. Porém, um acordo com o Sindicato de Atletas em 2000 alterou essa porcentagem para 5% do que arrecada o clube. Nesta conta, além dos valores pagos pela TV, entram outras receitas como anúncios nas placas de publicidade e de patrocínios.

Entre para a torcida virtual do Corinthians

Segundo Fernando Abrão, advogado do Corinthians, o clube não esperava por esta ação de um jogador que dizia ter uma identificação com a entidade. "Ficamos bastante surpresos, não só pela empatia dele com o clube, mas porque nada deixou de ser pago a ele. Esta questão da arena é controvertida e ele poderia adotar outro procedimento", disse Abrão, que citou o auxílio jurídico dado ao jogador após os gestos obscenos que o volante exibiu para a torcida do São Paulo em um clássico de 2009.

Cristian e Andrés tomaram um cafezinho na sala de imprensa do CT há um mês
Bruno Winckler
Cristian e Andrés tomaram um cafezinho na sala de imprensa do CT há um mês

"Teve o gesto que foi alvo de inquérito policial do próprio Ministério Público por incitar violência e o clube o defendeu de bom grado. Quando ele precisou do clube, estávamos à disposição dele", disse Abrão.  "Mas se ele acha que tem direito, tem que mais é que discutir, mas não diga por aí que tem simpatia pelo Corinthians", completou.

Ao sair do clube, em julho de 2009, Cristian chorou em entrevista coletiva e disse que um dia voltaria a defender o Corinthians. Desde sua saída, seu nome continua na pauta de contratações da diretoria e o presidente Andrés Sanchez, que mostrou o CT (veja foto ao lado) a Cristian em visita recente do jogador ao Brasil, diz que tudo está certo para um retorno, bastando "apenas" uma liberação do Fenerbahce, com quem Cristian tem contrato até 2014.