Tamanho do texto

Gol de empate da equipe de Bragança Paulista saiu aos 46 minutos do segundo tempo, por Astorga

A sorte parecia estar sorrindo para o Criciúma , quando a equipe limitava-se a defender, mas vencia o Bragantino por 2 a 0. No entanto, o Alvinegro correu atrás do resultado e aos 46 minutos conseguiu empatar a partida em 2 a 2.

O resultado freou a reação do Tigre, que após duas derrotas havia vencido o Sport e subido na tabela. Já o Bragantino voltou a pontuar depois de ter perdido para o Guarani na última rodada.

O jogo

Empurrado pela torcida que, com a promoção no preço dos ingressos, compareceu em peso ao Nabizão, o Bragantino foi para cima e acuou o Criciúma. A primeira boa oportunidade dos paulistas saiu aos dez minutos, em cabeçada perigosa de Lincom.

Assustado, o Tigre se limitava a jogar no erro do adversário e pouco criava. Mesmo assim, foi eficiente quando foi ataque e conseguiu abrir o placar. Aos 18 minutos, Schwenck, que já havia tentado chutar duas vezes a gol, mas era sempre travado, limpou para a direita, tirou do zagueiro e mandou uma bomba de fora da área, sem chances para Gilvan.

Foi a única vez em que o goleiro do Braga apareceu na etapa inicial. Da sua meta, ele viu o Criciúma se acomodar com a vantagem no marcador e dar espaços para os anfitriões buscarem o empate. E ele só não aconteceu porque Andrey estava em tarde inspirada.

O arqueiro do Tigre espalmou arremate perigoso de André Astorga, defendeu cabeçada de Lincom e salvou os catarinenses quando interceptou chute à queima roupa de Diego Macedo.

O segundo tempo iniciou-se da mesma forma que o primeiro: os donos da casa eram melhores e quase marcaram em cobrança de falta de Marcinho, mas foi o Criciúma que mais uma vez soube aproveitar a única chance que teve e ampliou.

Em um rápido contra-ataque pela direita, Guilherme fechou pelo meio e quando recebeu o passe não desperdiçou, deixando o placar em 2 a 0 aos 14 minutos de jogo.

Mas o marasmo do Tigre foi punido mais tarde. Aos 28, Anderson Conceição colocou a mão na bola dentro da área e foi expulso. Na cobrança da penalidade, Lincom bateu forte, no meio, e diminuiu.

Com um a menos em campo, o Criciúma sofreu grande pressão dos alvinegros,e não conseguiu segurar o placar. Aos 46 minutos, Astorga encheu o pé para empatar a partida, fazendo o Bragantino somar pelo menos um ponto na tabela.

FICHA TÉCNICA
BRAGANTINO 2 X 2 CRICIÚMA

Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
Data: 1 de outubro de 2011, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Renato Cardoso da Conceição (MG)
Assistentes: Helberth Costa Andrade e Ricardo Vieira Rodrigues (ambos de MG)
Cartões amarelos: Diego Macedo (Bragantino); Pirão, Anderson Conceição, Matheus, Schwenck, Rogélio, Andrey (Criciúma)
Cartão vermelho: Anderson Conceição (Criciúma)
Gols : BRAGANTINO: Lincom aos 26 e André Astorga aos 46 minutos do segundo tempo. CRICIÚMA: Schwenck aos 18 minutos da etapa inicial e Guilherme aos 14 minutos do segundo tempo.

BRAGANTINO: Gilvan; Felipe (Luiz), André Astorga, Luís Henrique, Diego Macedo; Mineiro, Esley, Léo Jaime (Luis Mário), Marcinho; Romarinho (Reinaldo) e Lincom
Técnico: Marcelo Veiga

CRICIÚMA: Andrey; Fabinho Capixaba, Rogélio, Anderson Conceição e João Victor; Jackson, Mateus, Pirão, Guilherme; Roni (Adeilson) e Schwenck (Nirley)
Técnico: Márcio Goiano


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.