Tamanho do texto

Presidente divulga valores de negociação. Corinthians havia pago R$ 3 milhões em 2009 pelo meia

Edno foi contratado pelo Corinthians em 2009
AE
Edno foi contratado pelo Corinthians em 2009
O Corinthians receberá R$ 1,8 milhões com a venda do meia-atacante Edno da Portuguesa para o Tigres, do México. O presidente do clube do Parque São Jorge, Roberto de Andrade, disse que o valor total da transação foi de 2 milhões de euros (R$ 4,6 milhões). O Corinthians tem direito a 40% do valor total. Os outros 60% são divididos entre a Portuguesa e o Banco Banif, parceira do clube do Canindé. Em 2009, o Corinthians pagou R$ 3 milhões à Portuguesa para contratar o meia.

Leia também: Edno acerta com o Tigres, viaja na segunda e não joga mais pela Portuguesa

"A negociação saiu por 2 milhões de euros no todo. Julgamos que era uma ótima oportunidade, tanto pela idade do atleta (28 anos), como pelo mercado mexicano, que não é agressivo. Como em outros casos, o contrato é bom para ele, para nós e para a Portuguesa", disse Andrade, no Pacaembu, antes da partida deste domingo entre Corinthians e Linense.

E mais: Sem zagueiros, Corinthians promete inscrição de Felipe até segunda

Edno tinha contrato com o Corinthians até 2013 e ainda arcava com partes dos salários do jogador que estava emprestado para a Portuguesa desde o ano passado. Pelo clube do Canindé, Edno sagrou-se campeão da Série B de 2011. No Corinthians, Edno nunca vingou. Mesmo assim participou da campanha do pentacampeonato brasileiro do ano passado. 

O meia não atua mais pela Portuguesa e viaja para o México nesta segunda-feira . Ele fará os exames médicos no Tigres, clube da cidade de Monterrey, e já assinar contrato. Em 2011, Edno marcou 13 gols em 35 jogos pela Portuguesa.

Entre para a torcida virtual do Corinthians e ajude seu time a se manter no topo do ranking 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.