Tamanho do texto

Reunião definirá mudanças na eleição dos conselheiros trienais no pleito de fevereiro

Edital assinado pelo presidente Roberto de Andrade que convoca sócios para assembleia
Reprodução
Edital assinado pelo presidente Roberto de Andrade que convoca sócios para assembleia
O Corinthians convocou sócios em dia com a tesouraria do clube e com títulos adquiridos até setembro de 2008 para uma assembleia neste sábado na sede do clube no Parque São Jorge.

Leia também: Preliminar de eleições no Corinthians agrada situação e oposição

O intuito é ratificar a decisão dos conselheiros do clube tomada no último mês de novembro que altera o método da votação para a eleição dos 200 conselheiros trienais que assumirão o posto ao lado do novo presidente eleito após o pleito do dia 12 de fevereiro. Mário Gobbi, pela situação, e Paulo Garcia, da oposição, disputam o cargo.

E mais: Com ressalvas, candidato da oposição corintiana elogia gestão de Andrés

Em novembro, o conselho decidiu por 113 votos contra 43 que cada candidato a presidente apresente uma chapa fechada com 200 conselheiros. Os eleitores terão de escolher um dos candidatos - Gobbi ou Garcia - mas poderão ao mesmo tempo optar por outra chapa que não a apoiada por quem recebeu seu voto para presidente.

A outra opção que será apresentada na assembleia aos sócios neste sábado dá conta que nas eleições de fevereiro, cada sócio pode votar nominalmente de um a 200 conselheiros. Tanto oposição como situação são contra essa opção por julgarem que ela torna o processo confuso e demorado. Mais de 3 mil sócios têm direito a voto de acordo com o estatuto corintiano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.