Tamanho do texto

Desejo do jogador em voltar à América do Sul motivou clube a procurar empresário argentino

Será que o Corinthians faria loucuras para contratar Tevez novamente?
Milton Trajano
Será que o Corinthians faria loucuras para contratar Tevez novamente?

As recentes declarações de Carlitos Tevez sobre sua insatisfação no Manchester City motivaram o presidente do Corinthians , Andrés Sanchez, a procurar Adrian Rocco, advogado argentino que ao lado de Kia Joorabchian agencia a carreira do jogador, sobre a possibilidade de o jogador deixar a Inglaterra para acertar com o clube paulista. Apesar do início da conversa, a dificuldade em dobrar o Manchester City atrapalha qualquer sonho corintiano e por isso, a diretoria nega a possibilidade contar novamente com o jogador que foi campeão brasileiro em 2005 com o Corinthians.

Siga a página do iG Corinthians no Twitter

"O que a gente sempre fala é que estamos abertos para conversar sempre. Ouvimos dizer que ele (Tevez) está querendo voltar para a América do Sul, mas é tudo que temos. Não tem nada, não tem proposta, mas é claro que se tiver essa possibilidade a gente torce para que consiga ter condições de concretizar, mas não tem nada, é um sonho", disse ao iG , Duílio Monteiro Alves, diretor

adjunto de futebol no Corinthians. "Ainda não tem nada, mas se tiver, a gente anuncia quando for conveniente", completou o diretor.

Os empresários do jogador confirmam o acordo. "É verdade. O negócio está caminhando, o Corinthians entrou em contato e estamos vendo a possibilidade. Mas ainda não posso falar que está certo. O Tevez gosta muito do Brasil e quer jogar no Corinthians novamente”, afirmou Kia ao site da ESPN.

Entre para a torcida virtual do Corinthians

Será que o Corinthians faria loucuras para contratar Tevez novamente?
Milton Trajano
Será que o Corinthians faria loucuras para contratar Tevez novamente?

Com salários de 220 mil libras por semana (cerca de R$ 553 mil), Tevez tem contrato com o Manchester City até 2014 e o jornal inglês "Daily Mirror" informa que o Real Madrid poderia desembolsar R$ 56 milhões pelo jogador. O clube inglês não aceita negociá-lo "de graça" e com tantos interessados no futebol europeu, relutará em liberar Tevez por uma quantia que não seja satisfatória.

Após a apresentação de Ramon, nesta segunda-feira, o diretor de futebol do clube, Roberto de Andrade, disse que por necessidade, o elenco está fechado para a sequência do Brasileirão. Porém ressaltou que "para grandes jogadores", o Corinthians sempre tem suas portas abertas . O diretor lembrou ainda, que mesmo que queira contratar um "grande jogador" da Europa, tem apenas até o dia 21 de julho para viabilizar o acordo. Essa é a data em que se fecha a janela de transferências para a chegada de jogadores vindos do exterior.

Rocco é empresário de Tevez, mas trabalha junto de Kia Joorabchian, ex-parceiro do Corinthians, e responsável por colocar o argentino no Corinthians na sua primeira passagem, em 2005, quando a MSI, empresa do iraniano, conduzia a direção do futebol do clube. O empresário ainda é investigado pela Polícia Federal por lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

Por isso, Andrés Sanchez, quando perguntado sobre o sonho de contar novamente com Tevez, é irônico. "Eu, como presidente, contratar o Tevez? Já vão falar que sou amigo do Kia. Aí é capaz de eu ser preso, mesmo", disse o presidente recentemente numa conversa informal com jornalistas no CT do clube no Parque Ecológico.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.