Tamanho do texto

Com gols de Meunier, logo aos 3 minutos, e Hazard, já no final do 2º tempo, Bélgica superou Inglaterra e conseguiu sua melhor colocação na história

Bélgica e Inglaterra entraram em campo neste sábado para disputar o terceiro lugar na Copa do Mundo , mas pareceu que nenhuma das duas seleções queria muito ficar com a medalha de bronze. Melhor para os diabos vermelhos, que jogaram de amarelo, aproveitaram o time misto do adversário e venceram por 2 a 0 sem muitos problemas.

Meunier fez gol da Bélgica contra Inglaterra
FIFA/ Divulgação
Meunier fez gol da Bélgica contra Inglaterra

O primeiro gol saiu logo aos 3 minutos de partida. Chadli tabelou com Lukaku e cruzou rasteiro para Meunier, que completou de canela e abriu o placar. Com o tento logo no início da partida, era de se esperar um jogo muito movimentado, mas isso não aconteceu. O segundo da Bélgica saiu apenas aos 36 do segundo tempo, após linda assistência de De Bruyne para Hazard.

O jogo

Bélgica x Inglaterra
FIFA/ Divulgação
Bélgica x Inglaterra

Com o time titular, a Bélgica aproveitou que a Inglaterra entrou desligada para a partida e abriu o placar logo aos 3 minutos. Depois de ficar com quase 100% da posse de bola nos primeiros instantes, Chadli desviou para Lukaku, que devolveu em profundidade para o meia. Ele foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro para Meunier, que completou de canela e abriu o placar. 

Mesmo com a vantagem no placar, a Bélgica continuou atacando e tentando aproveitar que a Inglaterra parecia que nem havia entrado em campo. Sorte que Pickford estava bem atentento. Lukaku dá sorte no atacaque e consegue achar De Bruynedentro da área. O meia dominou e finalizou, mas a bola desviou e obrigou Pickford a fazer uma grande defesa.

A primeira boa chegada da Inglaterra veio apenas aos 16 minutos. Kane recebeu no ataque, mas foi desarmado por Kompany. A bola sobou com Trippier, que cruzou na cabeça de Loftus-Cheek. O meia do Chelsea completou para o gol, mas mandou nas mãos de Courtois.

Depois, as duas equipes perderam o ritimo e o jogo ficou muito morno. Com muitos erros de passes no setor ofensivo e pouca criatividade dos meias, a partida ficou chata e sem ação. Tanto que a próxima chance boa de gol saiu apenas aos 34 minutos.

Em cobrança ensaiada de escanteio, Tielemans recebeu passe rasteiro na entrada da área, mas pegou torto na bola e ia mandar muito longe do gol. No entanto, Alderweireld se esticou todo, tentou finalizar de costas para o gol e mandou perto do travessão. 

Leia também: França ou Croácia? Repórter do iG conversa com torcedores finalistas na Rússia

Na volta do intervalo, a Inglaterra fez duas mudanças para tentar buscar o empate. Lingard e Rashford entraram para mudar a formação e deixar o time mais ofensivo.

As mudanças deram certo no começo do segundo tempo. Lingard se posiciona bem, recebe cobrança e lateral e já vira finalizando para o gol. A bola foi torta, mas Kane quase conseguiu desviar na entrada da pequena área e levou muito susto para os belgas.

Depois de 10 bons minutos da Inglaterra, o jogo voltou a ficar morno. O principal momento do segundo tempo, até certo momento, foi a substituição de Lukaku. Muito chateado, deixou o gramado sem marcar, deixou Kane na artilharia da Copa e foi direto para o vestiário.

Aos 24 minutos, quase Dier empatou a partida. O volante fez bela tabela com Rashford e deu um leve toque por cima de Courtois com muita categoria. A bola já estava entrando quando Alderweireld se esticou e tirou a bola em cima da linha.

Conforme a partida ia se encaminhando para o final, a Inglaterra apostava ainda mais no jogo aereo. Primeiro, Dier ganhou no alto, mas mandou ao lado do gol de Courtois. Depois, Maguire quase conseguiu após cobrança de falta, mas mandou para fora.

Leia também: VAR em alta, Neymar em baixa: Conheça vencedores e perdedores da Copa do Mundo

Hazard marca o segundo gol da Bélgica
Divulgação/Fifa.com
Hazard marca o segundo gol da Bélgica

Com os ingleses buscando o empate, a Bélgica conseguiu fazer o que sabe de melhor: o contra-ataque em velocidade. Aos 36 minutos De Bruyne arrancou em velocidade do campo de defesa e deu lindo passe para Hazard. O camisa 10 entrou em velocidade nas costas dos marcadores e só tirou de Pickford e garantiu a medalha de bronze para os diabos vermelhos.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.