Tamanho do texto

Belgas e ingleses se enfrentaram na primeira fase e agora voltam a duelar para definir quem ficará com o terceiro lugar da Copa do Mundo

As seleções de Bélgica e Inglaterra entrarão em campo neste sábado, às 11h, no horário de Brasília, no estádio de São Petersburgo, para definir que ficará com o terceiro lugar
da Copa do Mundo de 2018. Curiosamente, as duas equipes se enfrentaram ainda na fase de grupos, quando os belgas venceram por 1 a 0, naquela que foi a primeira vitória sobre os
ingleses em 82 anos.

Leia também: VAR em alta, Neymar em baixa: Conheça vencedores e perdedores da Copa do Mundo

Bélgica e Inglaterra irão se enfrentar pelo terceiro lugar e também para definir o artilheiro do Mundial
Divulgação/Fifa.com
Bélgica e Inglaterra irão se enfrentar pelo terceiro lugar e também para definir o artilheiro do Mundial

O confronto entre Bélgica e Inglaterra também deve definir quem será o artilheiro da Copa, já que Romelu Lukaku, com quatro gols, e Harry Kane, com seis, são os principais
concorretes para o prêmio "chuteira de ouro", dado ao maior goleador do Mundial. Na semifinal, os belgas perderam para a França por 1 a 0 e os ingleses foram superados pela
Croácia por 2 a 1, em partida que só acabou na prorrogação.

Claro que os belgas gostariam de estar na decisão do Mundial, principalmente porque eliminaram a seleção brasileira nas quartas e chegaram às semifinais com status de favoritos,
mas, para o meia Axel Witsel, é obrigação terminar na terceira posição e conquistar a melhor colocação da história do país.

"Temos o dever de terminar em terceiro lugar para o país, a equipe e os jogadores. Não temos a oportunidade de jogar esse tipo de partida todos os dias. Estamos motivados mesmo
que a noite após a semifinal tenha sido difícil", disse o jogador em coletiva nesta sexta-feira. O técnico da seleção, o espanhol Roberto Martínez, manteve a mesma ideia de seu
comandado.

"Nós não queremos ter nada além de uma boa sensação ao deixar a Copa do Mundo. Damos tudo para chegar ao título. Seria uma conquista terminar em terceiro pela primeira vez na
história da Bélgica", afirmou Martínez. "Vamos deixar um verdadeiro legado para a Bélgica, jogando todos juntos e tendo uma mentalidade vencedora. Nós mudamos a mentalidade",
acrescentou o treinador.

O time titular da Bélgica deve ser o mesmo que entrou em campo contra o Brasil, com o retorno de Meunier, que estava suspenso na semifinal, e a permanência de Chadli e Fellaini.

Leia também: Presidente da Fifa chama Copa do Mundo na Rússia de "melhor da história"

Pelo lado da Inglaterra, a intenção é parecida: restaurar o orgulho de quem inventou o futebol e dar motivos para os torcedores celebrarem. O técnico Gareth Southgate espera que
seu time aproveite a oportunidade diante de uma grande equipe.

"A Bélgica fez uma campanha brilhante e vai querer terminar bem, e queremos fazer o mesmo. Há excelentes jogadores de futebol em exibição e será um bom teste para nós. Não
vencemos nenhum desses times de ponta, ainda assim temos que aproveitar todas as oportunidades que temos", disse o treinador em coletiva nesta sexta.

Quem também falou foi o volante e lateral Delph, que não jogou as últimas partidas por conta do nascimento da sua filha. E justamente por ter visitado a Inglaterra neste tempo,
ele refletiu sobre o fato de não ter conquistado o título para a alegria dos milhares de torcedores.

"Eu tive a oportunidade de ir para casa por alguns dias (para o nascimento de sua filha) então eu pude experimentar (a euforia dos torcedores) e disse aos jogadores como era,
foi incrível. Seria ótimo voltar para os 300 mil fãs, mas não era para ser, talvez da próxima vez possamos dar mais um ou dois passos e será muito diferente", refletiu o inglês.

Com relação ao time titular, Southgate deve mandar a campo o que tem de melhor, repetindo o time que enfrentou a Croácia, com exceção justamente de Delph, que entra no lugar de
Ashley Young.

Ficha técnica de Bélgica e Inglaterra (Terceiro lugar)

Data: Sábado, 14 de julho, às 11h (horário de Brasília)
Local: Estádio São Petersburgo
Árbitro: Alireza Faghani (Irã)
Prováveis escalações:

Bélgica - Thibaut Courtois, Jan Vertonghen, Vincent Kompany e Toby Alderweireld; Axel Witsel, Kevin De Bruyne, Nacer Chadli, Thomas Meunier, Marouane Fellaini e Eden Hazard;
Romelu Lukaku. Técnico: Roberto Martínez.

Inglaterra - Jordan Pickford, Kyle Walker, John Stones e Harry Maguire; Kieran Trippier, Dele Alli, Jordan Henderson, Jesse Lingard e Fabian Delph; Raheem Sterling e Harry Kane.
Técnico: Gareth Southgate.

Leia também: Franceses tiram lição de salto alto na Euro e comentam cansaço croata: "Bobagem"

Quem vencer entre Bélgica e Inglaterra certamente entrará para a história. Isso porque a melhor colocação dos belgas foi na Copa do México, em 1986, quando terminaram em quarto
lugar, e uma terceira posição para os ingleses seria a maior conquista desde o título de 1966. Eles ainda iriam igualar o feito recente da seleção feminina inglesa, que ficou
com o bronze na Copa de 2015, no Canadá.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.