Tamanho do texto

Meninos e técnico resgatados após 17 dias em caverna não poderão viajar a Moscou, mas Fifa garantiu que buscará outro meio de levá-los a um evento

Fifa convidou meninos presos em caverna na Tailândia para final da Copa do Mundo
Reprodução
Fifa convidou meninos presos em caverna na Tailândia para final da Copa do Mundo

A Fifa divulgou nota nesta terça-feira (10) celebrando o  resgate dos 12 meninos e do técnico de futebol que estavam presos há 17 dias numa caverna na Tailândia. "Queremos expressar nossa imensa alegria com a notícia do resgate dos jovens jogadores e de seu técnico. Gostaríamos de transmitir nossa profunda gratidão a todas as pessoas envolvidas com a operação de resgate, que infelizmente tirou a vida de um dos mergulhadores. Nossos sentimentos estão com sua família", disse a entidade máxima do futebol no comunicado.

A Fifa reafirmou o convite para que os meninos resgatados na Tailândia e o técnico viajassem a Moscou para assistirem à final da Copa do Mundo, no domingo (15), mas disse ter sido informada pela Associação Tailandesa de Futebol que o grupo ainda não está em condições de viajar devido ao período confinado em condições muito adversas.

Diante dessa situação, a entidade disse que irá buscar outro modo de oferecer uma experiência agradável aos garotos, e anunciou que fará um encontro com representantes da federação tailandesa no dia da final da Copa do Mundo.

"A prioridade da Fifa segue sendo a saúde de todos os envolvidos com a operação e iremos buscar uma nova oportunidade para convidar os meninos a um evento da Fifa para compartilhar com eles um momento de comunhão e de celebração", diz a nota.

Leia também: França e Bélgica põem gerações à prova em busca pela glória na Copa do Mundo

Outras manifestações do mundo do futebol

A Fifa não foi a única no mundo do futebol a se manifestar a respeito do resgate dos meninos que treinam pelo time batizado de 'Javalis Selvagens' – realizado após três dias de operações, com a ajuda de mergulhadores e profissionais tailandeses e de várias outras nacionalidades, a maioria deles de modo voluntário.

O lateral direito Kyle Walker, que disputará nessa quarta-feira (11) a semifinal da Copa do Mundo pela Inglaterra, também manifestou-se pelas redes sociais celebrando o resgate dos meninos da Tailândia e prometendo enviar as camisetas de seus colegas de seleção aos jovens. O zagueiro alemão Boateng, do Bayern de Munique, também comemorou o resgate.

Leia também: 'Desafio Neymar' vira febre mundial em chacota com quedas do jogador brasileiro



    Leia tudo sobre: futebol