Tamanho do texto

Zagueiro da seleção brasileira vai usar a braçadeira pela segunda vez no Mundial e se torna o mais escolhido ao cargo por Tite

Miranda será o capitão da seleção brasileira nas quartas de final da Copa 2018
Reprodução
Miranda será o capitão da seleção brasileira nas quartas de final da Copa 2018

Miranda será o capitão da seleção brasileira durante a partida das quartas de final da Copa do Mundo de 2018, nesta sexta-feira (6). O camisa 3 vai usar a braçadeira na partida contra a Bélgica de De Bruyne, Dembélé, Fellaini, Tielemans, Hazard e Lukaku. O anúncio foi feito logo após a chegada da delegação no hotel em Kazan, cidade onde acontecerá o confronto.

Leia também: Quem leva vantagem? Brasil e Bélgica já se enfrentaram quatro vezes na história

Está será a segunda vez que o  Miranda será o capitão na Rússia. Miranda já havia usado a braçadeira durante a partida contra a Sérvia, pela fase de grupos. Na ocasião, o Brasil venceu os europeus por 2 a 0.

Com a partida contra a Bélgica, o zagueiro vai obter um total de cinco vezes sendo capitão sob o comando do treinador Tite. Assim, torna-se o jogador que mais usou a braçadeira (Equador, Uruguai, Áustria, Sérvia e agora, Bélgica). Daniel Alves aparece na segunda colocação, com quatro oportunidades (Colômbia, Argentina, Inglaterra e Alemanha).

Antes mesmo do início da Copa do Mundo, o técnico Tite já havia deixado claro o rodízio de capitães . No entanto, somente os jogadores mais experientes usariam a braçadeira. No Mundial russo, além de Miranda, Thiago Silva também já foi capitão em duas partidas (Costa Rica e México) e Marcelo em umaa, durante a primeira partida da competição, contra a Suíça.

Leia também: Willian exalta Hazard e diz que "fará de tudo para vencer" disputa com o colega

Brasil x Bélgica

Brasil e Bélgica se enfrentaram na Copa de 2002. Seleção brasileira venceu por 2 a 0
Divulgação
Brasil e Bélgica se enfrentaram na Copa de 2002. Seleção brasileira venceu por 2 a 0

Brasil e Bélgica irão definir o segundo classificado às semifinais da Copa do Mundo , nesta sexta-feira (6), às 15h, horário de Brasília, em Kazan. E esta não será a primeira vez que sul-americanos e europeus se encontram em um Mundial. Durante a Copa de 2002, Brasil e Bélgica se enfrentaram nas oitavas de final. Na ocasião, a seleção brasileira venceu por 2 a 0 e seguiu rumo à conquista do pentacampeonato do mundo, que viria posteriormente.

Na história, o duelo desta sexta-feira será o quinto confronto entre brasileiros e belgas. A equipe verde e amarela venceu três vezes e os Diabos Vermelhos, uma. São dez gols marcados pelo Brasil e seis pela Bélgica. Curiosamente, o primeiro confronto, em 24 de abril de 1963, teve vitória belga, por 5 a 1. A revanche aconteceu em 2 de junho de 1965 e a seleção canarinho venceu por 5 a 0 - estas foram as duas maiores goleadas do embate.

Leia também: "Não temos que ter medo", diz Kompany sobre partida decisiva contra o Brasil

Quem passar entre Brasil e Bélgica irá enfrentar Uruguai ou França, que jogam quatro horas antes, em Níjni Novgorod. Miranda será o capitão na partida contra a equipe comandada por Roberto Martínez e vamos torcer para que possamos repetir o feito quando ele usou a braçadeira contra a Sérvia.