Tamanho do texto

Meia belga havia revelado que gostaria de enfrentar brasileiros ou franceses em uma possível decisão de Copa do Mundo, mas o confronto veio antes

Um dos principais jogadores da Bélgica , Eden Hazard já revelou, em uma conversa com fãs na internet durante a Copa do Mundo , que gostaria de enfrentar ou o Brasil ou a França em uma possível final de Mundial. Como todos sabem, isso não acontecerá, pois Brasil e Bélgica jogam nas quartas de final e os franceses estão do mesmo lado da chave e esse confronto aconteceria no máximo na semifinal.

Leia também: Maradona vê Brasil favorito ao título da Copa e manda recado para Neymar

Hazard em ação durante a partida entre Bélgica 3 x 2 Japão
Divulgação/Fifa
Hazard em ação durante a partida entre Bélgica 3 x 2 Japão

Mesmo assim, Hazard , que é camisa 10 e capitão da seleção belga, vê como um privilégio enfrentar o Brasil, que curiosamente entra no caminho da equipe que nunca conquistou um título mundial, como aconteceu em 2002, nas oitavas de final - na ocasião, vitória por 2 a 0 da seleção brasileira, que viria a ser pentacampeã. Ele ainda conta como a virada sobre o Japão nas oitavas, já que perdia por 2 a 0 e venceu por 3 a 2, pode ajudar no mais importante jogo da história belga.

"Nossa reação foi ótima, e talvez fosse esse tipo de jogo que precisássemos para o futuro. Estamos nas quartas de final. Acho que será magnífico. Jogar com o Brasil é sempre incrível. Vamos tentar vencer", afirmou o meia, atualmente jogador do Chelsea, e completou lembrando da derrota para o País de Gales, nas quartas de Eurocopa de 2016.

Leia também: Após eliminação, jogadores do Japão dão aula de educação e deixam bilhete

"Sendo sincero, pensei em dois anos atrás (quanto o Japão abriu 2 a 0), mas também pensei que se fizéssemos gols, estaríamos dentro. Colocamos jogadores do banco, e eles fizeram a diferença. Estamos felizes de vencer e ir para as quartas de final", disse.

Preocupação de Hazard

Hazard e outros jogadores belgas
Divulgação/Fifa
Hazard e outros jogadores belgas

Por fim, o meio-campista demonstrou preocupação com o sistema defensivo antes de enfrentar uma seleção com um poder ofensivo tão forte, como o Brasil. Vale lembrar que a Bélgica levou quatro gols na Copa, sendo dois para a Tunísia e dois para o Japão.

Leia também: Em jogo espetacular, Bélgica vira sobre o Japão no último lance e pega o Brasil

"No primeiro tempo, fomos bem. O que deu errado foi o começo do segundo tempo. Eram dois gols evitáveis. Tivemos alguns erros defensivos", finalizou Hazard . Brasil e Bélgica jogam nesta sexta-feira, às 15h, horário de Brasília, em Kazan.

    Leia tudo sobre: futebol