Tamanho do texto

O camisa 10 da seleção colombiana passou por exames que revelaram apenas cansaço muscular

James Rodríguez deu um susto na torcida e na comissão técnica colombiana ainda na metade do primeiro do jogo contra Senegal, na última quinta-feira (28). O camisa 10 saiu do jogo com dores na panturilha e se encaminhou direto para o vestiário, muito chateado. Voltou para o banco apenas na segunda etapa para apoiar os companheiros em campo. 

Leia também: Epidemia de gripe na seleção mexicana afeta jogadores, diz jornal

James Rodríguez não apresenta lesão, apenas cansaço muscular
Reprodução Instagram
James Rodríguez não apresenta lesão, apenas cansaço muscular

Mas, nesta sábado, os jornais colombianos trouxeram de volta a esperança para os torcedores. De acordo com as publicações, exame de ressonância magnética realizado em James Rodríguez revelou que ele não apresenta lesão, as dores no músculo solear - panturrilha - da perna direita estão sendo causadas apenas por cansaço muscular. 

Antes mesmo da Copa, James sofria com dores no mesmo local, só que na perna esquerda. Exatamente por isso, começou o primeiro jogo da seleção colombiana, contra o Japão, no banco de reservas. O mesmo problema já o deixou fora de algumas atividades durante os treinamentos comandados pelo técnico José Pékerman. 

Leia também: Seleção brasileira inicia preparação para as oitavas e Douglas Costa retorna

Mesmo com a negativa de lesão, o jogador ainda é dúvida no jogo das oitavas de final contra a Inglaterra, já que o cansaço muscular atrapalha o rendimento em campo e aumenta o risco de contusão. A boa notícia é que a partida acontece apenas na terça-feira (3) e o meia terá o tempo a seu favor para a recuperação. 

A importância de James Rodríguez para a seleção colombiana

Na Copa de 2014, que aconteceu no Brasil, o meia colombiano levou sua seleção até às quartas de final e acabou a competição como artilheiro, recebendo a Chuteira de Ouro da Copa do Mundo.

Leia também: Árbitro de Brasil x México nas oitavas já levou bolada de Neymar no rosto

Em 2018, na partida em que entrou sem sentir dores, contra a Polônia, foi ele o que mais correu em campo. Além disso, deu um lindo lançamento para o gol de Cuadrado na vitória por 3 a 0, importantíssima para a classificação às oitavas contra a Inglaterra. Ter James Rodríguez inteiro em campo é sinônimo de melhor apresentação e chances de vitória para a seleção colombiana.  

    Leia tudo sobre: Futebol