Tamanho do texto

Técnico defende Gabriel Jesus, exalta peças de reposição e diz que a seleção criou expectativa muito grande, mas "está se consolidando" para a reta final

Tite precisou colocar Filipe Luís no lugar de Marcelo devido a lesão no início da partida contra a Sérvia
André Mourão/MoWA Press - 27.6.18
Tite precisou colocar Filipe Luís no lugar de Marcelo devido a lesão no início da partida contra a Sérvia

O técnico Tite aprovou o desempenho da seleção brasileira na vitória por 2 a 0 contra a Sérvia nesta quarta-feira (27) , mas reconheceu que a equipe ainda "tem mais a crescer". Em entrevista concedida após a partida que consolidou a classificação brasileira para as oitavas de final, o treinador avaliou que toda a "expectativa" criada após as atuações nas Eliminatórias e nos amistosos pré-Copa deve ser colocada de lado devido às características do Mundial. "A gente não vive de expectativa. A gente vive de realidade", afirmou.

"A equipe arrebentou durante toda a preparação, então criou uma expectativa muito alta. Eu também queria que o time arrebentasse como foi [nos amistosos] contra a Croácia ou contra Áustria, mas o Mundial tem uma característica diferente", disse Tite , acrescentando que está satisfeito com o "processo evolutivo" do time. "A equipe está evoluindo e se consolidando. Ela tem mais a crescer, mas está dentro daquilo que nós buscamos."

Sobre o jogo desta tarde no Estádio Spartak, em Moscou, Tite exaltou a capacidade da seleção em conseguir manter o controle do jogo apesar de encarar uma equipe que precisava buscar a vitória para se manter viva na Copa do Mundo.

"A Sérvia foi a equipe que mais se propôs a jogar contra nós. E mesmo assim, em mais de dois terços do jogo nós tivemos o domínio e o controle. Nós sabíamos que, se jogássemos dentro do nosso campo, perto da nossa área, a gente teria desvantagem porque eles têm jogadores técnicos e de imposição física", comentou.

Leia também: Veja as avaliações e notas dos jogadores do Brasil na vitória contra a Sérvia

Qualidade do grupo e Gabriel Jesus

Gabriel Jesus teve atuação apagada contra a Sérvia; camisa 9 ainda não marcou nesta Copa do Mundo
André Mourão/MoWA Press - 27.6.18
Gabriel Jesus teve atuação apagada contra a Sérvia; camisa 9 ainda não marcou nesta Copa do Mundo

O técnico exaltou a qualidade do grupo ao explicar que, no pior momento do Brasil no jogo, no início do segundo tempo, ele buscou dar mais "consistência" ao meio de campo e "qualidade na saída de bola" com a entrada de Fernandinho no lugar de Paulinho. "Uma equipe é forte porque tem atletas importantes com características diferentes. As necessidades do jogo às vezes pede uma ou outra característica", comentou.

Questionado sobre a manutenção de Gabriel Jesus no time apesar de o camisa 9 ainda não ter marcado nenhum gol nesta Copa do Mundo, Tite defendeu seu atacante.

"Se o artilheiro vive de fazer gols?... Ele vive de fazer um grande jogo. Por vezes, a bola surge para ele, mas, em outras, pode sobrar para o Thiago Silva, como foi hoje. O futebol tem essas coisas. Ele tem essa condição [...] e não queremos abrir mão da qualidade do Gabriel. Mas me dói deixar atleas de qualidade de fora. O Fimino está jogando muito e foi decisivo nos outros jogos."

Sobre o confronto contra a seleção mexicana nas oitavas de final, Tite e o auxiliar técnico Cléber Xavier disseram que a comissão técnica brasileira ainda estudará a equipe treinada por Juan Carlos Osório.

Leia também: Suíça empata com a Costa Rica, assegura vaga e agora pega a Suécia nas oitavas

    Leia tudo sobre: futebol