Tamanho do texto

Suíços e costarriquenhos ficaram no 2 a 2 em jogo com dois pênaltis no fim – um deles anulado pelo VAR; partida entre Suíça e Suécia será na terça-feira

Dzemaili abriu o placar para a seleção da Suíça no jogo contra a Costa Rica na Copa do Mundo
FIFA/ Divulgação
Dzemaili abriu o placar para a seleção da Suíça no jogo contra a Costa Rica na Copa do Mundo

A Suíça assegurou nesta quarta-feira (27) sua participação nas oitavas de final da Copa do Mundo. Os suíços empataram por 2 a 2 contra a Costa Rica nesta tarde, em Nizhny Novgorod, e agora enfrentarão a seleção da Suécia nas oitavas de final . O jogo será disputado às 11h da próxima terça-feira (3), no horário de Brasília.

Suíços e costarriquenhos foram a campo com alterações no setor de ataque e protagonizaram uma partida que alternou entre momentos de sonolência e outros de insana busca pelo gol. Dzemaili e Drmic conseguiram marcar pela seleção da Suíça , enquanto Waston e Sommer (contra) marcaram a favor da Costa Rica – que foi a última das 32 equipes a marcar um gol nesta edição da Copa do Mundo.

Com o empate desta tarde e a  vitória da seleção brasileira por 2 a 0 sobre a Sérvia no outro jogo do Grupo E, a classificação final dessa chave ficou com o Brasil em primeiro (7 pontos), a Suíça em segundo (5 pontos), a Sérvia em terceiro (3 pontos), e a Costar Rica em quarto (1 ponto).

Todos ao ataque, mas nem tanto

Suíça e Costa Rica se enfrentaram nesta quarta-feira no Estádio de Nizhny Novgorod
FIFA/ Divulgação
Suíça e Costa Rica se enfrentaram nesta quarta-feira no Estádio de Nizhny Novgorod

Sem ter nada a perder, o técnico da Costa Rica , Óscar Ramírez, decidiu trocar peças em seu ataque para tentar tornar o time mais produtivo ofensivamente – uma vez que a seleção chegou a essa partida final como a única que ainda não havia marcado nem sequer um gol no Mundial.

E o ataque costarriquenho de fato parecia outro. Logo aos 5 minutos, o goleiro Sommer foi obrigado a fazer uma sequência de duas grandes defesas para parar chute colocado de Campbell – um dos que ganharam chance no time titular para essa partida – e em cabeceio à queima-roupa de Celso Borges.

A equipe da América Central seguiu melhor em campo e quase abriu o placar em dois chutes de fora da área de Colindres. O segundo deles, aos 19 minutos, acertou o travessão adversário.

Apesar dos sustos levados, foram os suíços que abriram o placar. Embolo recebeu cruzamento aos 30 minutos e conseguiu ajeitar de cabeça dentro da área para Dzemaili encher o pé e estufar as redes da trave defendida por Keylor Navas. O lance quase se repetiu três minutos depois, mas dessa vez a defesa costarriquenha coonseguiu bloquear o chute do camisa 15 suíço.

A vantagem no placar deu tranquilidade para a equipe europeia, que passou a atacar de forma mais perigosa e a controlar o andamento do primeiro tempo – que foi encerrado aos 46 minutos pelo árbitro francês Clement Turpin.

Mas na segunda etapa, finalmente, os costarriquenhos conseguiram fazer o primeiro gol da equipe nesta Copa do Mundo. Aos 11 minutos, Waston venceu a defesa suíça pelo alto e cabeceou forte após cobrança de escanteio pela direita.

O jogo perdeu intensidade após o empate, que parecia de bom tamanho para as duas seleções. Aos 32 minutos, Drmic quase mudou essa história ao cabecear com força a bola na trave esquerda do gol defendido por Keylor Navas.

Se não deu certo para Drmic naquela oportunidade, deu dez minutos mais tarde. O atacante suíço recebeu cruzamento dentro da área e conseguiu bater no contrapé do goleiro Keylor Navas.

Ainda deu tempo para a Costa Rica ter dois pênaltis a seu favor. O primeiro foi anulado após revisão do assistente de vídeo, mas o segundo não teve apelação. Bryan Ruiz, o craque do time, errou a cobrança, mas a bola bateu no travessão e voltou nas costas do goleiro Sommer, morrendo no fundo das redes da seleção da Suíça .

Leia também: Marcelo machuca as costas e chora ao deixar jogo do Brasil com apenas 8 minutos

    Leia tudo sobre: futebol