Tamanho do texto

O técnico argentino não tem mais poder de decisão e os próprios jogadores decidiram a escalação titular para o jogo contra a Nigéria; assista ao vídeo

Na semana passada, Ricardo Giusti, ex-jogador da Argentina que foi campeão com a seleção na Copa de 1986, garantiu que o técnico argentino Jorge Sampaoli não tem mais poder de decisão, ou seja, os próprios jogadores decidiriam a escalação titular para o jogo contra a Nigéria.

Leia também: Sampaoli perde poder e jogadores vão decidir quem serão titulares da Argentina

Vídeo mostra Jorge Sampaoli pedindo autorização de Messi para fazer substituição na Argentina
Reprodução
Vídeo mostra Jorge Sampaoli pedindo autorização de Messi para fazer substituição na Argentina


Durante o jogo da Argentina, um vídeo mostra que essa história não é lorota. Um flagra feito pela TV T yc Sports mostra Jorge Sampaoli chamando Messi na beira do campo e perguntando: "Lo pongo al Kuh?  (Agüero)?", que significa "Coloco Kun"? Em seguida, o camisa 10 faz um sinal.

Leia também: Argentina de Messi: gênio cala os críticos e mostra poder de decisão no Mundial

Veja o vídeo:


Nesse momento, o jogo ainda estava 1 a 1, resultado que eliminava a seleção argentina da Copa do Mundo , mas, logo em seguida, Agüero realmente entrou na partida. A seleção venceu.

Argentina se classifica nos minutos finais

Rojo fez o gol da classificação argentina
FIFA/ Divulgação
Rojo fez o gol da classificação argentina


A Argentina e a Nigéria fizeram um dos jogos mais nervosos dessa Copa do Mundo. Precisando da vitória para conseguir se classificar, o time sul-americano abriu o placar, levou o empate, mas buscou o gol do milagre aos 40 do segundo tempo e se garantiu vaga na próxima fase. No outro jogo do grupo, a Croácia, que já estava garantida no mata-mata, também venceu a Islândia e terminou como líder do Grupo D.

Leia também: Argentina marca aos 40 do segundo tempo e encerra drama; Croácia lidera

O time de Jorge Sampaoli  até chegou a abrir o placar com Lionel Messi, de perna diteita, mas Mascherano cometeu um pênalti infantil no segundo tempo. Moses cobrou com categoria e empatou o placar. Aos 40 minutos, Rojo marcou o gol que acabou com o drama argentino e garantiu a equipe sul-americana na próxima fase da Copa do Mundo.




    Leia tudo sobre: Futebol