Tamanho do texto

Em treino fechado, jogadores ensaiaram ações ofensivas e posicionamento em bolas áreas na defesa; Danilo foi a campo, mas treinou separadamente

Marcelo durante último treino da seleção brasileira em Sóchi antes do jogo decisivo contra a Sérvia
Lucas Figueiredo/CBF - 25.6.18
Marcelo durante último treino da seleção brasileira em Sóchi antes do jogo decisivo contra a Sérvia

A seleção brasileira fez nesta segunda-feira (25) o último treino em Sóchi antes de viajar para Moscou, onde fará o duelo decisivo contra a Sérvia em busca da classificação no Grupo E , na quarta-feira (27), às 15h.

Tite decidiu fazer mistério e fechar a atividade da seleção brasileira nesta manhã, que durou cerca de uma hora e meia. De acordo com a CBF, os jogadores foram divididos em três times de seis atletas espalhados em campo reduzido. A atividade visou ensaiar movimentações no ataque e posicionamento nas bolas aéreas defensivas.

"Fizemos um trabalho de enfrentamento leve, sem muito desgaste físico dos atletas. Este trabalho de seis contra cinco visa melhorar a movimentação ofensiva, para furar a linha de defesa do adversário e, consequentemente, trabalhar a nossa linha de quatro para dificultar que o adversário entre por meio dela", explicou o auxiliar-técnico Matheus Bachi.

"Este treino também oferece finalizações de média distância para os goleiros. Também tivemos um trabalho de bola parada defensiva já preparando para a Sérvia, que a gente sabe que é uma jogada forte deles", complementou.

Danilo e Douglas Costa

O lateral direito Danilo, que  ficou fora do jogo contra a Costa Rica devido a uma lesão no quadril, foi a campo nesta segunda-feira, mas ainda não treina com os demais atletas. O atleta do Manchester City apenas correu e realizou circuito de atividades sob a orientação da fisioterapia. 

Já o atacante Douglas Costa segue em tratamento intensivo . O jogador era cotado para ser titular após seu bom desempenho no segundo tempo contra a Costa Rica, mas uma lesão na coxa direita praticamente o deixou fora da Copa do Mundo.

A delegação brasileira viaja para Moscou na noite desta segunda-feira e ficará hospedada no Hotel Renaissence Monarch.

A seleção brasileira é líder do Grupo E, com quatro pontos e se classifica em caso de empate ou vitória contra a Sérvia, às 15h de quarta-feira no Estádio de Spartak, na capital russa. No outro jogo decisivo do grupo, Suíça e Costa Rica se enfrentam, com os costarriquenhos já eliminados. Os suíços podem assumir a liderança do grupo caso vençam a partida e o Brasil não ganhe os três pontos contra os sérvios, ou mesmo caso façam um saldo de gols superior ao brasileiro na rodada final.

    Leia tudo sobre: futebol