Tamanho do texto

Mina, Falcão e Cuadrado marcaram para a Colômbia, mas James Rodriguez foi o principal destaque da vitória que eliminou a primeira cabeça de chave

Colômbia e Polônia chegaram pressionadas na segunda partida. A seleção sul-americana foi derrotada pelo Japão na primeira rodada e a europeia perdeu para Senegal. Assim, quem fosse derrotado seria eliminado da Copa do Mundo . Melhor para a nossa vizinha, que venceu por 3 a 0 e precisa apenas de uma vitória para avançar de fase.

Leia também: Senegal fica duas vezes na frente, mas Japão busca empate e deixa Grupo H aberto

Mina comemora gol da Colômbia
Divulgação/Fifa.com
Mina comemora gol da Colômbia

O primeiro gol da Colômbia foi marcada pelo zagueiro Mina, do Barcelona e que já atuou no Palmeiras, de cabeça. O segundo foi de Falcão, o maior artilheiro da história do país. O terceiro veio após um ataque em velocidade do meia Cuadrado. O grande destaque da partida foi o meia James Rodríguez, que deu duas assistências.

O jogo

Depois de perder na partida de estreia, Polônia e Colômbia fizeram um jogo dos desesperados. Por isso, as duas equipes começaram buscando o resultado que deixaria a seleção vva no torneio, já que uma derrota eliminaria a perdedora.

A Polônia criou a primeira chance logo no primeiro minuto de partida. Depos de rebote da defesa colombiana, Kownacki aproveitou a sobra e assriscou. A bola ia perto do ângulo adversário, mas teve seu trajeto interrompido quando bateu no zagueiro sul-americano.

Depois de 15 minutos bem parelhos, a Colômbia cresceu no jogo e começou a tomar conta das ações. Aos 25, James Rodríguez aproveitou erro na saída de bola da Polônia e lançou Falcão em velocidade. O atacante errou o domínio e a bola acabou escapando. Como recurso, o rogador tentou passe de calcanhar para Cuadrado, mas não foi feliz e errou o toque.

Dez minutos depois, Cuadrado fez uma linda jogada e quase mancou um lindo gol. O meia partiu para cima de dois marcadores, chamou ambos para dançar, invadiu a área, mas acabou finalizando em cima do goleiro na hora de tentar o gol.

Depois de tanto martelar, mesmo sem criar nenhuma chance muito clara de gol, a Colômbia abriu o placar aos 38. James recebeu sem marcação no lado direito e cruzou na segunda trave. O zagueiro Mina subiu sozinho e cabeceou para o fundo da rede. Na comemoração, os jogadores nao desgrudaram do companheiro, que não conseguiu fazer a sua tradicional dança.

Na volta do intervalo, a Colômbia continuou pressionando, mesmo com a vantagem no placar. Aos 5 minutos, Cuadrado usou toda a sua velocidade para avançar pela direita e a sua vião para encontrar Falcão livre na área. No entanto, o atacante conseguiu pegar torto na bola e mandar muito por cima da meta.

Mesmo não criando muitas chances, a Polônia não estava morta na partida. Aos 12 minutos, Lewandowski aproveitou chutão e a distração da defesa colombiana para aparecer sozinho, frente a frente com Ospina. Sorte dos sul-americanos que o goleiro saiu nos pés do atacante logo após o domínio para abafar e imperir a finalização do artilheiro do Bayern de Munique.

Depois dessa chance, a partida da Polônia foi ladeira abaixo. Aos 23, Quintero recebeu no meio de campo e deu um passe açicarado para Falcão. O artilheiro dominou e teve a tranquilidade de um verdadeiro camisa 9 para tirar do goleiro e ampliar a vantagem colombiana.

Leia também: Sampaoli perde poder e jogadores vão decidir quem serão titulares da Argentina

Falcão comemora gol da Colômbia
Divulgação/Fifa.com
Falcão comemora gol da Colômbia

Seis minutos depois, veio o terceiro. James Rodríguez dá um passe de um verdadeiro camisa 10 e deixou Cuadrado com muito espaço pelo meio. O jogador usou da sua principal característica, a velocidade, para vencer os marcadores e entrar sozinho na área. Com categoria, tocou no canto na saída do goleiro e saiu para comemorar.

O quarto quase saiu aos 48 minutos. Mesmo de costas para o gol, Uribe foi muito inteligende para finalizar de calcanhar e enganar quase toda a defesa polonesa. No entanto, Bednarek estava bem posicionado e salvou em cima da linha.

Leia também: Inglaterra atropela o Panamá, enfia 6 a 1 e avança às oitavas ao lado da Bélgica

Com o resultado, Japão e Senegal estão na liderança do Grupo H com 4 pontos e precisam apenas de um empate na última rodada para avançar à segunda fase. A Colômbia fica com 3 pontos e precisa vencer a seleção africana. Com zero pontos, a Polônia está eliminada da Copa do Mundo.

    Leia tudo sobre: Futebol